Jane Karla Gögel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jane Karla Gögel
Nascimento 6 de julho de 1975 (45 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação atleta, arqueiro, atleta paralímpico
Empregador Sporting Clube de Portugal

Jane Karla Rodrigues Gögel (Aparecida de Goiânia, 6 de julho de 1975) é uma atleta paralímpica brasileira que sofreu poliomielite em criança e já em adulta ultrapassou um cancro de mama. Gögel já competiu em três Jogos Paraolímpicos: 2008 em Pequim, 2012 em Londres e 2016 no Rio de Janeiro.[1][2][3][4]

Percurso[editar | editar código-fonte]

Gögel iniciou sua carreira em 2003, aos 28 anos de idade, quando foi convidada a experimentar diversos esportes, numa associação de doentes físicos da cidade de Goiana onde residia.[3][4] [5] Gögel adorava tênis de mesa e começou a praticar este desporto. Quando melhorou, começou a ganhar torneios nacionais e a participar de torneios internacionais. No Campeonato Parapan em 2005, ela ganhou suas primeiras medalhas e se classificou para o Campeonato Mundial de 2006. [6] Na modalidade de ténis de mesa Gögel participou nos Jogos Parapan-americanos do Rio de Janeiro e nos Jogos Paralímpicos de Pequim em 2008. [3]

Em 2009, após ter-se classificado para o Mundial da Coreia de 2010, é-lhe diagnosticado cancro de mama.[3][7] Durante todo o tratamento de quimioterapia, Gögel continua a treinar tendo ganho, inclusive, uma medalha de ouro na categoria individual e outra de prata, em grupo, num torneio do Rio de Janeiro[5] e em 2012 já estava participando nos Jogos Paramlímpicos em Londres.[3]

Para continuar a representar a Selecção Brasileira de ténis de mesa, Gögel teria que mudar de cidade, contudo e uma vez que não queria fazer essa mudança teve que abandonar esta modalidade, mas não abandonou o desporto. Em 2015, começou a treinar na modalidade de tiro com arco paralímpico e nesse mesmo ano classifica-se para os Jogos Parapan-americanos de Toronto.[3][5]

Gögel vive em Portugal desde 2018 onde representa o Sporting Clube de Portugal no tiro com arco.[3][4][8][9]

Gögel é ainda mãe de Lucas Lacerda e Lethícia Rodrigues Lacerda, esta última atleta paralímpica de ténis de mesa, e considerada a melhor atleta das Américas na classe F8 da modalidade.[10][11]

Competindo em alto nível (Reconhecimentos e Prémios)[editar | editar código-fonte]

São diversos os reconhecimentos e prémios que Gögel já alcançou.[1][2][3][4][5][7][8][11][12][13][14][15]

  • 2019 - tornou-se recordista mundial do tiro com arco indoor composto paralímpico. Nesse mesmo ano bateu por três vezes o recorde mundial que se encontra agora nos 582 pontos dos 600 pontos possíveis;

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Tomazeti, Rafael (25 de novembro de 2019). «Jane Karla estabelece novo recorde mundial no tiro com arco». EsporteGoiano. Consultado em 26 de outubro de 2020 
  2. a b Cardoso, Guilherme (19 de outubro de 2016). «Atleta paralímpica do Brasil vence câncer de mama para brilhar». Mais Esportes. Consultado em 26 de outubro de 2020 
  3. a b c d e f g h Gavini, Fernando (24 de maio de 2019). «Jane Karla e sua incansável busca pelo pódio paralímpico». Olimpíada Todo o Dia. Consultado em 26 de outubro de 2013 
  4. a b c d Varella, João (30 de agosto de 2020). «A um ano dos Jogos, Jane Karla mira em medalha paralímpica». Olimpíada Todo o Dia. Consultado em 26 de outubro de 2020 
  5. a b c d Therrie, Bárbara (30 de junho de 2019). «Jane e a mãe tiveram câncer juntas: "Esporte deu força para seguir sem ela"». UOL VivaBem. Consultado em 26 de outubro de 2020 
  6. «Jane Karla: On The Short Road to Home Rio Olympic Games». World Archery. 22 de março de 2016. Consultado em 9 de setembro de 2016 
  7. a b «Jane Karla Gogël». Sala de Imprensa Nissan do Brasil. 2 de abril de 2013. Consultado em 26 de outubro de 2020 
  8. a b «ANE KARLA GOGEL É A NÚMERO 1 DO RANKING MUNDIAL». Sporting Club de Portugal. 6 de julho de 2018. Consultado em 26 de outubro de 2020 
  9. «Atletas». www.sporting.pt. 19 de maio de 2015. Consultado em 27 de outubro de 2020 
  10. Iuseff, Ildeu (22 de setembro de 2020). «Com DNA vitorioso, Lethícia Lacerda é a melhor mesetanista da América e tem vaga garantida para Tóquio». EsporteGoiano. Consultado em 26 de outubro de 2020 
  11. a b Justo, Juliano (10 de maio de 2020). «Mãe e filha, ambas atletas, festejam o Dia das Mães em Portugal». Agência Brasil. Consultado em 26 de outubro de 2020 
  12. Nunes, Maíra (4 de março de 2020). «Entrevista com Jane Karla, brasileira de olho na 4ª Paralimpíada dela aos 44 anos». Correio Braziliense. Consultado em 26 de outubro de 2020 
  13. «Jane Karla assume a liderança do ranking mundial de tiro com arco paralímpico». Rede Nacional do Esporte. 11 de junho de 2018. Consultado em 26 de outubro de 2020 
  14. «Jane Karla Gogel - Archery | Paralympic Athlete Profile». International Paralympic Committee (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2020 
  15. «Jane Karla inicia treinos no CT Paralímpico antes do Parapan de tiro com arco». Comitê Paralímpico Brasileiro. 17 de fevereiro de 2020. Consultado em 26 de outubro de 2020 

links externos[editar | editar código-fonte]