Saltar para o conteúdo

Jastarnia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Polónia Jastarnia 
  cidade em uma comuna urbano-rural  
Píer de Jastarnia — visto do lado de terra
Píer de Jastarnia — visto do lado de terra
Píer de Jastarnia — visto do lado de terra
Símbolos
Bandeira de Jastarnia
Bandeira
Brasão de armas de Jastarnia
Brasão de armas
Localização
Jastarnia está localizado em: Polônia
Jastarnia
Jastarnia no mapa da Polônia
Mapa
Mapa dinâmico da cidade
Coordenadas 54° 41' 55" N 18° 40' 36" E
País Polônia
Voivodia Pomerânia
Condado Puck
Comuna Jastarnia
História
Data de fundação 1378 (primeira menção)
Elevação à cidade 1973
Administração
Tipo Prefeitura
Prefeito Bartosz Selin
(desde 2024)
Características geográficas
Área total 5,1 km²
População total (2023) [1] 2 608 hab.
Densidade 511,4 hab./km²
Altitude 0−12,6 m
Código postal 84–140
Código de área (+48) 58
Outras informações
Matrícula GPU
Website www.jastarnia.pl

Jastarnia (em cassúbio: Jastarniô, em alemão: Putziger Heisternest[2]) é uma cidade localizada no norte da Polônia. Pertence à voivodia da Pomerânia, no condado de Puck. É a sede da comuna urbano-rural de Jastarnia, na península de Hel. Entre 1975 e 1998, a cidade pertenceu administrativamente à voivodia de Gdansk.

Um balneário com cinco estâncias balneárias de verão, um porto marítimo e três marinas.

Estende-se por uma área de 5,1 km², com 2 608 habitantes, segundo o censo de 31 de dezembro de 2023, com uma densidade populacional de 516 hab./km².[1]

Em 1 de janeiro de 2017, Jastarnia mudou seu caráter de comuna urbana para comuna urbano-rural ao separar os assentamentos rurais de Jurata e Kuźnica do conjunto habitacional Syberia.[3][4]

Localização

[editar | editar código-fonte]

Na segunda metade do século XVI, a vila real de Jastarnia estava localizada no estarostado de Puck, condado de Puck, na voivodia da Pomerânia.[5]

Historicamente, Jastarnia está localizada na Pomerânia de Gdansk.[6] Etnograficamente, ela também faz parte da Cassúbia.[7]

Segundo a regionalização físico-geográfica da Polônia, a cidade está localizada na Costa de Gdansk.[8]

Conforme dados de 31 de dezembro de 2023, a área da cidade era de 5,1 km², correspondendo a 65,4% da área da comuna de Jastarnia.[1]

O nome Jastarnia vem da palavra Jaster, que significa “brilhante”, “reluzente”. É provável que o antigo assentamento de pescadores estivesse situado em uma colina arenosa, que se distinguia coloridamente de seus arredores, que eram florestas e água do mar,[9] por isso foi chamado de lugar “brilhante”.

O nome topográfico do lugar foi formado pela adição do formante “-nia”, característico de substantivos que denotam lugar. Assim, Jastarnia é “um lugar brilhante, luminoso e brilhante”.[9]

A palavra jaster, da qual o nome da cidade é derivado, também está associada ao nome do feriado da Páscoa, pois esse feriado de primavera ocorre quando o dia fica claro depois do inverno. Também em cassúbio, a palavra Jastra significa Páscoa.[9][10]

Historicamente, havia nomes cassúbios como Pùckô Jastarniô, Sroczé Gniôzdo e o nome alemão Heisternest. Os nomes de lugares poloneses eram Jasturnia Pucka, Zesterna, Niastarnia.[11]

Os vestígios mais antigos de habitação humana no território de Jastarnia datam do século I a.C.[10] Jastarnia (Osternäs) aparece nas fontes pela primeira vez em 1378, por ocasião de um privilégio emitido pelos Cavaleiros Teutônicos para a vizinha Hel.

Em 1755, Urszula Przebendowska fundou uma capela e um berçário. Em 1836, foi construída uma igreja de madeira.[10][12][13] A atual igreja neobarroca é o principal monumento de Jastarnia.[7] Ela foi construída na década de 1930 por iniciativa do então pároco, Paweł Stefanski.[14]

Até o século XX, era uma vila habitada predominantemente por pescadores. Em 1921. Jastarnia, ao lado de Hel, tinha a maior população envolvida com a pesca. Ambos os vilarejos tinham 180 pescadores cada.[15] Durante o período entre guerras, havia uma estação de cuidados para mães e filhos em Jastarnia.[16] Em 1934, foram iniciados os esforços para a eletrificação do assentamento. Em abril de 1936, foi assinado um contrato com a Companhia de Eletrificação da Grande Polônia para operar uma linha de alta tensão. Por fim, o prefeito de Jastarnia, Marian Stelmaszczyk, adotou uma solução diferente. Em 1938, Jastarnia recebeu eletricidade do exército de Hel.[17]

A cidade atual foi formada a partir de duas aldeias — Bór (Jastarnia Gdańska, Danziger Heisternest), que estava sob a administração da Cidade Livre de Gdansk, e Jastarnia (Jastarnia Pucka, Putziger Heisternest), que estava sob a administração do estarostado de Puck.[18] O rápido desenvolvimento do assentamento estava ligado ao período entre guerras — naquela época, um porto de pesca foi construído aqui e, com ele, um porto de transporte de passageiros,[7] e uma linha ferroviária também foi instalada. Em 1 de janeiro de 1973, o assentamento de Jastarnia recebeu direitos de cidade.[19] Atualmente, o local é principalmente um destino turístico.[20]

Entre 1974 e 2005, Jastarnia foi reconhecida pelo governo como uma cidade com condições para tratamento termal, de modo que as instalações de tratamento pudessem ser administradas aqui.[21]

Transporte aquaviário

[editar | editar código-fonte]

Na parte central de Jastarnia, há o porto marítimo de Jastarnia na Baía de Puck e três marinas para pescadores:[22]

  • “Jastarnia I” — uma faixa de praia no mar Báltico perto da rua Zdrojowa
  • “Jastarnia II” — uma faixa de praia na Baía de Puck, perto da rua A. Mickiewicza e do museu de pesca
  • “Jastarnia III” — uma faixa de praia na Baía de Puck perto da rua Polna e da rua Abrahama

Conforme os dados do Escritório Central de Estatística da Polônia (GUS) de 31 de dezembro de 2023,[1] Jastarnia é uma cidade muito pequena com uma população de 2 608 habitantes (41.º, penúltimo lugar na voivodia da Pomerânia e 785.º na Polônia),[23] tem uma área de 5,1 km² (35.º lugar na voivodia da Pomerânia e 838.º lugar na Polônia)[24] e uma densidade populacional de 516 hab./km² (36.º lugar na voivodia da Pomerânia e 583.º lugar na Polônia).[25] Entre 2002–2023, o número de habitantes diminuiu 33,7%.[1]

Os habitantes de Jastarnia constituem cerca de 2,86% da população do condado de Puck, constituindo 0,11% da população da voivodia da Pomerânia.[1]

Descrição Total Mulheres Homens
unidade habitantes % habitantes % habitantes %
população 2 608 100 1 320 50,6 1 288 49,4
área 5,1 km²
densidade populacional
(hab./km²)
516 261,10 254,90

Monumentos históricos

[editar | editar código-fonte]
  • Igreja da Visitação da Bem-Aventurada Virgem Maria, rua Stefańskiego, 32[26]
  • Porto de pesca, rua Portowa[27]
  • Morro do cemitério, rua Mickiewicza[28]
  • Museu dos Pescadores sob o Telhado de Palha, rua Mickiewicza, 31[29]
  • Capela de Santa Rosália de 1883.[30]
  • Castanheiro branco[31]
  • Museu da fortificação a céu aberto de 1939.
  • Centro de Resistência de Jastarnia — uma posição defensiva que faz parte da Região Fortificada de Hel, composta por quatro abrigos de batalha (“Saragossa”, “Sęp”, “Sabała” e “Sokół”)[32]
  • Ruínas de instalações antiaéreas alemãs.
  • Cabana de pesca histórica de 1881, construída com partes de navios e embarcações descartadas pelo mar, rua Rynkowa, 10
  • Coleções de pescadores nos alojamentos de contramestre do porto, rua Portowa, 26
  • Casa de férias “Maria”, antigo “Hotel Europejski”, edifício da década de 1930 em estilo modernista, rua Portowa, 3.
  • Casa modernista de 1936, rua Ogrodowa, 16.
  • Casa modernista das décadas de 1920/1930, rua Ogrodowa, 44.
  • Pousada “Estrela do Mar”, 1936, rua Rybacka, 12.
  • Centro de Treinamento Marítimo “Pérola Negra” em estilo modernista de 1930, rua Rybacka, 33.
  • Casa modernista da década de 1930, rua Sychty Ks. 107.
  • Casa modernista de 1926, rua Sychty Ks. 111.
  • Salto de paraquedas sobre Hel.[33]
  • Torre de observação do centro de pesquisa de torpedos da Luftwaffe, Torpedowaffenplatz Gotenhafen-Hexengrund, localizado nas águas da Baía de Puck.[34]
  • Cinema “Żeglarz”, rua Portowa, 10; antes de 1939, a pensão “Janina” (a atual sala de cinema era uma cantina), entre 1939 e 1945, um cinema de propaganda alemã; na década de 1970, a sala foi reformada. Um fogão de azulejos e uma inscrição sobreviveram até hoje: “As horas, os anos passam, mas bem, para sempre é um cinema jovem”.[35][36]
  • Píer na Baía de Puck, extensão da rua Stelmaszczyk[37]
  • Farol, rua Kościuszki 2A[38]


Atrações turísticas

[editar | editar código-fonte]
  • Caminho didático da natureza “Peaty Kùle (Kùle)”
  • Monumento natural — Castanheiro-da-índia
  • Local de pouso
  • Hotel spa quatro estrelas “Dom Zdrojowy”
  • Cruz no local da antiga fronteira entre a Polônia e a Rússia, rua Sychty, 112
  • Cruz à beira da estrada, rua Mickiewicza, 2
  • Cruz à beira da estrada, rua Mickiewicza, atrás dos apartamentos “Poseidon”
  • Cruz à beira da estrada, rua Sychty, 60
  • Estátua papal de São Pedro, rua Baltic
  • Mastro de bandeira polonesa como parte do projeto “Sob o vermelho e branco”, rua Baltic
  • Placa em memória de Alojzy Konkel, rua Krótka, 5, prédio do restaurante Gryfon
  • Placa comemorativa da catástrofe de Smolensk, rua Baltic
  • Bloco de pedra em memória dos mortos no mar, rua Baltic[39]

Infraestrutura turística

[editar | editar código-fonte]

Há 6 locais de banho de mar no verão organizados na cidade:[40]

  • Zona balnear de Kuźnica “Kościół” — com entrada na praia n.º 33 da rua Helska, cobrindo 100 m da linha costeira;
  • Zona balnear de Jurata “Międzymorze” — com entrada para a praia n.º 60 pela rua Międzymorze, cobrindo 100 m da linha costeira;
  • Zona balnear de Jastarnia “Ogrodowa” — com entrada para a praia n.º 44 pela rua Ogrodowa, cobrindo 100 m da linha costeira;
  • Zona balnear de Jastarnia “Leśna” — com uma entrada para a praia n.º 52 a partir da rua Leśna, cobrindo 100 m da linha costeira;
  • Zona balnear de Jastarnia “Nadmorska-Plażowa” — com entrada para a praia n.º 47–48 pelas ruas Nadmorska e Plażowa, cobrindo 100 m da linha costeira;
  • Zona balnear de Jastarnia “Zdrojowa” — com entrada para a praia n.º 49 da rua Sychty e n.º 50 da rua Zdrojowa, cobrindo 200 m da linha costeira.

Em 2013, a temporada de banho foi definida para o período de 1 de julho a 31 de agosto.[40]

Dinheiro local

[editar | editar código-fonte]

Desde 2006, a campanha “Dinheiro local” é realizada no município de Jastarnia durante o verão. Seu objetivo é promover o município. Durante a ação, os turistas podem comprar um cupom de “3 merki”. Ele equivale a 3 złotys poloneses. As merkas podem ser trocadas em locais específicos por produtos ou serviços do município. A ação é organizada pelo município de Jastarnia, por meio do Centro Municipal de Cultura, Esportes e Recreação de Jastarnia. A produtora dos cupons é a Mennica Polska S.A.

As moedas emitidas até o momento incluem:

  • Ano 2006 — 75 anos de Jurata
  • Ano 2007 — Kuźnica
  • Ano 2008 — 35.º aniversário da concessão de direitos municipais a Jastarnia
  • Ano 2009 — Jubileu dos esportes
  • Ano 2011 — 80 anos de Jurata

O clube de natação Delfin Moksir Jastarnia,[41] a seção de energia do Moksir Jastarnia e o voleibol UKS são ativos na cidade.

Jastarnia na cultura

[editar | editar código-fonte]

Jastarnia ficou famosa em uma canção interpretada por Rudi Schuberth intitulada. “Todo ano em Jastarnia”.[42] Jastarnia também é o principal local de ação no romance Tam, gdzie się Wisła kończy, de Artur Gruszecki.

Referências

  1. a b c d e f «Jastarnia (Pomerânia) mapas, imóveis, Escritório Central de Estatística, acomodações, escolas, região, atrações, códigos postais, salário, desemprego, ganhos, tabelas, educação, jardins de infância, demografia». Polska w liczbach (em polaco). Consultado em 13 de junho de 2024 
  2. «Gemeinde- und Wohnplatzlexikon des Reichsgaus Danzig-Westpreussen ; hrsg. vom Statistischen Landesamt Danzig-Westpreussen. Bd. 1». A. W. Kafemann. 1944. Consultado em 14 de junho de 2024 
  3. «Rozporządzenie Rady Ministrów z dnia 19 lipca 2016 r. w sprawie ustalenia granic niektórych gmin i miast, nadania niektórym miejscowościom statusu miasta oraz zmiany nazwy gminy». isap.sejm.gov.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  4. «Projekt rozporządzenia Rady Ministrów w sprawie ustalenia granic niektórych gmin i miast oraz nadania niektórym miejscowościom statusu miasta (2016-07-11)» (PDF). legislacja.rcl.gov.pl. Cópia arquivada (PDF) em 20 de agosto de 2016 
  5. Mapy województwa pomorskiego w drugiej połowie XVI w.: rozmieszczenie własności ziemskiej, sieć parafialna / Marian Biskup, Andrzej Tomczak. Toruń 1955, p. 100.
  6. Jerzy Treder (1999). «Jastarnia». Nazwy miast Pomorza Gdańskiego (em polaco). Gdańsk: [s.n.] p. 119 
  7. a b c Tomasz Górecki (2006). Kaszuby: przewodnik turystyczny (em polaco) 9 zm. i rozszerz ed. Gdynia: Region. p. 53. ISBN 83-60437-11-4. OCLC 749961599 
  8. «Regiony fizycznogeograficzne Polski po zmianach 2018r.». warmaz.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  9. a b c «Jastarnia – Region Gdański NSZZ „Solidarność"». solidarnosc.gda.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  10. a b c Franciszek Mamuszka, Ziemia Pucka, Varsóvia, PTTK „Kraj”, 1989, ISBN 83-7005-170-7.
  11. Dr F. Lorentz „Polskie i kaszubskie nazwy miejscowości na Pomorzu Kaszubskiem” (ISBN 83-60437-22-X) (ISBN 978-83-60437-22-3).
  12. Jastarnia z morza i lądu. Gdańsk: Wydawnictwo BiT Beata Żmuda-Trzebiatowska. 2018. p. 15. ISBN 978-83-950310-6-9. OCLC 1150326983 
  13. «Słownik geograficzny Królestwa Polskiego i innych krajów słowiańskich, Tom III - wynik wyszukiwania - DIR». dir.icm.edu.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  14. Jastarnia z morza i lądu. Gdańsk: Wydawnictwo BiT Beata Żmuda-Trzebiatowska. 2018. pp. 20–22. ISBN 978-83-950310-6-9. OCLC 1150326983 
  15. Wacław Odyniec, Jerzy Godlewski (1974). Ziemia Pucka. Gdańsk: Wydawnictwo Morskie. p. 167 
  16. Wacław Odyniec, Jerzy Godlewski (1974). Ziemia Pucka. Gdańsk: Wydawnictwo Morskie. p. 168 
  17. Jastarnia z morza i lądu. Gdańsk: Wydawnictwo BiT Beata Żmuda-Trzebiatowska. 2018. pp. 92–93. ISBN 978-83-950310-6-9. OCLC 1150326983 
  18. «Historia Półwyspu Helskiego i Jastarni». www.jastarnia.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  19. «Rozporządzenie Prezesa Rady Ministrów z dnia 30 listopada 1972 r. w sprawie utworzenia, zniesienia i zmiany granic niektórych miast.». isap.sejm.gov.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  20. «Jastarnia. 35 lat minęło!». histmag.org. Consultado em 14 de junho de 2024 
  21. «Rozporządzenie Rady Ministrów z dnia 12 kwietnia 1974 r. zmieniające rozporządzenie w sprawie rozciągnięcia niektórych przepisów o uzdrowiskach na inne miejscowości.». isap.sejm.gov.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  22. «Zarządzenie porządkowe Nr 3 Naczelnego Dyrektora Urzędu Morskiego w Gdyni z 23 września 1991. r. w sprawie ustalenia granic lądowych dla morskich przystani rybackich położonych w obrębie pasa technicznego Urzędu Morskiego w Gdyni» (PDF). web.archive.org. Consultado em 14 de junho de 2024 
  23. «Największe miasta w Polsce pod względem liczby ludności». Polska w liczbach (em polaco). Consultado em 17 de junho de 2024 
  24. «Miasta o największej powierzchni w Polsce». Polska w liczbach (em polaco). Consultado em 17 de junho de 2024 
  25. «Miasta o największej gęstości zaludnienia w Polsce». Polska w liczbach (em polaco). Consultado em 17 de junho de 2024 
  26. «Parafia w Jastarni – Kościół Nawiedzenia Najświętszej Maryi Panny w Jastarni» (em polaco). 8 de junho de 2024. Consultado em 14 de junho de 2024 
  27. «Port w Jastarni - gdzie się znajduje, kiedy został wybudowany, h». www.jastarnia.info.pl (em polaco). Consultado em 14 de junho de 2024 
  28. «Atrakcje turystyczne Jastarnia - Cmentarzowa Góra». www.UdaneWakacje.net. Consultado em 14 de junho de 2024 
  29. «Jastarnia Muzeum Rybackie Pod Strzechą». www.jastarnia.com (em polaco). Consultado em 14 de junho de 2024 
  30. «kapliczka św. Rozalii – Zabytek.pl» (em polaco). zabytek.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  31. «Atrakcje turystyczne Jastarnia - Kasztanowiec biały». www.UdaneWakacje.net. Consultado em 14 de junho de 2024 
  32. «Jastarnia Skansen Fortyfikacji Ośrodek Oporu Jastarnia». www.jastarnia.com (em polaco). Consultado em 14 de junho de 2024 
  33. «Skoki spadochronowe z instruktorem w tandemie Poznań - Sky Camp». www.skycamp.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  34. «Wyborcza.pl». trojmiasto.wyborcza.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  35. «Wyborcza.pl». trojmiasto.wyborcza.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  36. «Wyborcza.pl». www.wysokieobcasy.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  37. «Jastarnia Molo spacerowe w Jastarni». www.jastarnia.com (em polaco). Consultado em 14 de junho de 2024 
  38. «Latarnia morska w Jastarni - gdzie się znajduje.». www.jastarnia.info.pl (em polaco). Consultado em 14 de junho de 2024 
  39. Górecki, Tomasz. (2006). Kaszuby. Przewodnik turystyczny. Gdynia: Wydawnictwo Region. p. 54. ISBN 83-60437-11-4. OCLC 749961599 
  40. a b «Uchwała Nr XXXII/242/2013 Rady Miasta Jastarnia z dnia 22.03.2013r. w sprawie określenia wykazu kąpielisk na obszarze morskim przyległym do granic administracyjnych Miasta Jastarnia w okresie sezonu kąpielowego 2013r. - BIP Gmina Jastarnia». bip.jastarnia.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  41. www.seenet.pl, SeeNet Agencja Interaktywna-. «"Delfin MOKSiR Jastarnia"». www.jastarnia.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 
  42. «Rudi Schuberth – Co roku w Jastarni». ebd.cda.pl. Consultado em 14 de junho de 2024 

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Jastarnia