Jean Acker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean Acker
Nome completo Harriet Acker
Outros nomes Mrs. Rudolph Valentino
Nascimento 23 de outubro de 1893
Trenton, Nova Jérsei
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Morte 16 de agosto de 1978 (84 anos)
Los Angeles, Califórnia
Ocupação Atriz
Atividade 1913–1955
Cônjuge Rodolfo Valentino
(c.1919-1923; divorciados)
Chloe Carter
(??-1978)
IMDb: (inglês)

Jean Acker (Trenton, Nova Jérsei, 23 de outubro de 1893Los Angeles, Califórnia, 16 de agosto de 1978) foi uma atriz de cinema norte-americana cuja carreira se estendeu desde a época do cinema mudo até os anos 50. Ela se tornou, talvez, mais conhecida como a ex-esposa do astro de cinema mudo Rodolfo Valentino.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Acker nasceu Harriet Acker em Trenton, Nova Jérsei, onde estudou. Atuou em vaudevilles até se mudar para a Califórnia em 1919[1]. Ao chegar em Hollywood, Acker se tornou protegida e amante de Alla Nazimova, uma atriz de cinema, cuja influência e contatos levaram Acker a negociar um contrato de US$200 por semana com um estúdio de cinema. Acker atuou em diversos filmes durante os anos 1910 e 1920, mas no início dos anos 1930 começou a aparecer apenas em pequenos papéis, não creditados. Ela fez sua última aparição na tela no filme de 1955 How to Be Very, Very Popular, ao lado de Betty Grable.

Casamento com Valentino[editar | editar código-fonte]

Depois de conhecer e fazer amizade com o ator Rodolfo Valentino em uma festa, eles tiveram um namoro de dois meses e se casaram em 6 de novembro de 1919. Acker rapidamente se arrependeu e o trancou para fora de seu quarto de hotel, na noite de núpcias.[2][3] Teoricamente, o casamento nunca foi consumado.[4]

Após o pedido de divórcio, Valentino não esperou o período necessário para que esse pudesse ser finalizado, antes de se casar com sua segunda esposa, Natacha Rambova, no México, e foi acusado de bigamia quando o casal retornou aos Estados Unidos[5]. Acker, em seguida, processou Valentino pelo direito legal de ser chamada “Sra. Rodolfo Valentino”. Valentino ficou zangado com ela por vários anos, mas eles reataram sua amizade antes de sua morte, em 1926. Acker escreveu uma canção popular sobre ele, logo depois que ele morreu, chamada "We Will Meet at the End of the Trail" (“Vamos nos encontrar no final da trilha”)[6][7].

Acker teve um romance com a atriz Alla Nazimova, que a incluiu no "Sewing circles", um grupo que congregava as atrizes que foram obrigadas a ocultar o fato de que eles eram romanticamente e sexualmente atraídos por mulheres, lésbicas e bissexuais[8]. Acker tece um caso, também, com a atriz Grace Darmond.

Morte[editar | editar código-fonte]

Após o divórcio de Valentino em 1923, Acker conheceu Chloe Carter, uma ex-integrante do “Ziegfeld Follies”, com quem ela ficaria para o resto de sua vida. O casal possuía um apartamento em Beverly Hills[9]. Acker morreu de causas naturais em 1978, aos 84 anos[10], e está sepultada próxima a Carter no Holy Cross Cemetery em Culver City, Califórnia.

Filmografia seleta[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
1913 The Man Outside Helen Lattimore
1913 In a Woman's Power
1913 Bob's Baby Prima de Bob
1913 The Daredevil Mountaineer
1914 The $5,000,000 Counterfeiting Plot Helen Long
1915 Are You a Mason? Título Alternativo: The Joiner
1919 Never Say Quit Vamp
1920 The Round-Up Polly Hope
1921 Brewster's Millions Barbara Drew
1922 Her Own Money Ruth Alden
1923 The Woman in Chains Felicia Coudret Creditada como Sra. Rodolfo Valentino
1925 Braveheart Sky-Arrow
1927 The Nest Belle Madison
1933 No Marriage Ties Aia de Adrienne Não creditada
1934 Miss Fane's Baby Is Stolen Amiga de Miss Fane Não creditada
1935 No More Ladies Extra no Nightclub Não creditada
1936 San Francisco
1937 Vogues of 1938 Extra Não creditada
1939 Good Girls Go to Paris Ponta Não creditada
1940 My Favorite Wife Testemunha Não creditada
1942 Obliging Young Lady Prima Não creditada
1944 The Thin Man Goes Home Tart Não creditada
1945 Spellbound Matron Não creditada
1946 It's a Wonderful Life Não creditada
1947 The Peril of Pauline Telefonista Não creditada
1948 Isn't It Romantic? Mulher da cidade Não creditada
1951 The Mating Season Participante da festa Não creditada
1952 Something to Live For Esposa Não creditada
1955 How to Be Very, Very Popular Ponta Não creditada

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Leider, Emily W. Dark Lover: The Life and Death of Rudolph Valentino. New York City, Farrar Straus Giroux, 2003. ISBN 0-374-28239-0. p. 100.
  2. «Jean Acker of Metro Weds». Motion Picture News. 1919. 3774 páginas 
  3. Donnelley, Paul (2005). Fade to Black: A Book of Movie Obituaries. [S.l.]: Omnibus Press. 935 páginas. ISBN 1-84449-430-6 
  4. Donnelley, Paul (2005). Fade to Black: A Book of Movie Obituaries. [S.l.]: Omnibus Press. 7 páginas. ISBN 1-84449-430-6 
  5. Madsen, Axel (2002). The Sewing Circle: Sappho's Leading Ladies. [S.l.]: Kensington Books. 103 páginas. ISBN 0-7582-0101-X 
  6. Newman, Ben-Allah (2004). Rudolph Valentino His Romantic Life and Death: His Romantic Life and Death. [S.l.]: Kessinger Publishing. 50 páginas. ISBN 1-4179-1464-5 
  7. Briggs, Joe Bob (2005). Profoundly Erotic: Sexy Movies that Changed History. [S.l.]: Universe. 30 páginas. ISBN 0-7893-1314-6 
  8. Jean Acker (em inglês) no Find a Grave
  9. Shearer, Stephen Michael (2006). Patricia Neal: An Unquiet Life. [S.l.]: University Press of Kentucky. 391 páginas. ISBN 0-8131-2391-7 
  10. Donnelley, Paul (2005). Fade to Black: A Book of Movie Obituaries. [S.l.]: Omnibus Press. 8 páginas. ISBN 1-84449-430-6 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jean Acker
Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.