Jet set

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jet set (em inglês, literalmente, "conjunto de pessoas que se deslocam de avião a jato") é uma expressão cunhada nos anos 1950, atribuída ao colunista de fofocas do New York Journal American, Igor Cassini,[1] para designar um grupo social com poder aquisitivo suficiente para viajar frequentemente de avião a jato.

O termo foi introduzido a década de 1950, quando a companhia aérea britânica BOAC, em 2 de maio de 1952, começou a operar voos comerciais utilizando o avião de Havilland Comet. A primeira rota típica do jet set foi LondresNova Iorque, inaugurada em outubro de 1958. Em razão do alto preço dos bilhetes, jet set identificava a elite financeira da sociedade.

Brasil[editar | editar código-fonte]

Na imprensa brasileira, a expressão jet set e seus sinônimos (grand monde, alta-roda) foram caindo em desuso. A partir dos anos 1980, esse grupo de pessoas era designado como "colunáveis" (pessoas que podiam ser citadas nas colunas sociais dos jornais e revistas[2] ). Passou-se a usar também o termo socialites, igualmente derivado da língua inglesa [3]

Nos anos 1990, os jovens identificados com os valores desse grupo eram chamados "patricinhas" e "mauricinhos". [4] Na mesma época, os "novos ricos" que passaram a constituir boa parte dessa elite financeira, passaram a ser chamados emergentes.[5]

Referências

  1. «Biography for Igor Cassini.». 
  2. Dicionário Houaiss: colunável
  3. What is celebrity socialite
  4. Dicionário Houaiss: patricinha; mauricinho
  5. Dicionário Houaiss: emergente