Jimmy Glass

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jimmy Glass
Informações pessoais
Nome completo James Robert Glass
Data de nasc. 1 de agosto de 1973 (48 anos)
Local de nasc. Epsom, Reino Unido
Nacionalidade inglês
Altura 1,93 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1987–1988
1988–1989
Inglaterra Chelsea
Inglaterra Crystal Palace
Clubes profissionais
Anos Clubes
1989–1996
1989–1990
1995
1995
1996
1996–1998
1998–2000
1999
2000
2000
2000–2001
2001
2001
2001
2001
2004
Inglaterra Crystal Palace
Inglaterra Dulwich Hamlet (emp.)
Inglaterra Portsmouth (emp.)
Inglaterra Gillingham (emp.)
Inglaterra Burnley (emp.)
Inglaterra Bournemouth
Inglaterra Swindon Town
Inglaterra Carlisle United (emp.)
Inglaterra Cambridge United
Inglaterra Brentford
Inglaterra Oxford United
Inglaterra Crawley Town
Inglaterra Brockenhurst
Inglaterra Kingstonian
Inglaterra Lewes
Inglaterra Weymouth

James Robert "Jimmy" Glass (Epsom, 1 de agosto de 1973) é um ex-futebolista britânico que atuava como goleiro.

É mais lembrado por ter feito o gol que evitou o rebaixamento do Carlisle United para a quinta divisão inglesa em 1999, com um gol no último lance do jogo contra o Plymouth Argyle.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Após defender o Chelsea nas categorias de base, Glass iniciou a carreira profissional em 1989, quando foi integrado ao time principal do Crystal Palace, onde permaneceu até 1996 - durante o período, foi emprestado a Dulwich Hamlet, Portsmouth, Gillingham e Burnley (nos dois últimos, não jogou).

Sem ter disputado nenhuma partida oficial pelo Palace, o goleiro assinou com o Bournemouth, clube onde atuou por mais tempo (95 partidas), chegando a fazer um gol na derrota dos Cherries por 2 a 1 para o Grimsby Town na decisão da Football League Trophy em 1998, deixando a equipe no mesmo ano para defender o Swindon Town, onde jogou poucas vezes (11 partidas) e foi emprestado ao Carlisle United.

O gol que evitou o rebaixamento do Carlisle United[editar | editar código-fonte]

Enfrentando uma crise com seus goleiros (Tony Caig fora vendido ao Blackpool e Richard Knight teve seu empréstimo cancelado devido a uma lesão), o Carlisle United contratou Glass para repor as ausências na posição, tendo disputado apenas 3 jogos na quarta divisão inglesa.

Na última rodada, os Cumbrians enfrentariam o Plymouth Argyle (que não disputava mais nada na competição) e precisavam apenas vencer para evitar o rebaixamento à quinta divisão (que possui status semiprofissional) e torcer para que o Scarborough não vencesse o também desinteressado Peterborough United. Faltando apenas 10 segundos para o final do jogo, o Carlisle tinha um escanteio a seu favor; após o goleiro do Plymouth desviar o cabeceio de Steve Dobie, Glass chutou com precisão ao gol dos Pilgrims, comemorando a permanência do Carlisle na Football League - antes do gol, o jogo entre Scarborough e Peterborough United havia terminado em 1 a 1.

Final de carreira[editar | editar código-fonte]

Com o final de seu empréstimo ao Carlisle, que não exerceu a compra definitiva, Glass defendeu ainda Cambridge United, Brentford, Oxford United, Crawley Town, Brockenhurst, Kingstonian e Lewes (os 4 últimos, todos em 2001) antes de se aposentar em 2001[1] para trabalhar como taxista.

Voltaria aos gramados em 2004, disputando 3 partidas pelo Weymouth, encerrando definitivamente sua carreira aos 30 anos. Em 2013, a camisa usada pelo goleiro foi exposta no Museu Nacional do Futebol, em Manchester, e Glass doou também as chuteiras utilizadas na partida contra o Plymouth Argyle. Ele também lançou uma autobiografia intitulada "One Hit Wonder"[2].

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Bournemouth
Kingstonian
  • Conference League Cup: vice-campeão (2000–01)

Links[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Slot, Owen (2 de maio de 2005). «Broken Glass». Londres: The Times. Consultado em 7 de abril de 2009 
  2. &#8250 Ronald Reng. «One Hit Wonder: The Jimmy Glass Story at». Amazon.co.uk. Consultado em 26 de abril de 2013