João Brites

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
João Brites
João Brites, Maio 2009
Prémios Prémio Almada (2004) Teatro

João Carlos Tuna Brites ComM (n. Torres Novas, 1947) é um encenador, cenógrafo e artista plástico português. Prémio Almada (2004), na área do Teatro.

Fundador e director, desde 1974, do Teatro O Bando, é também Professor do departamento de Teatro da Escola Superior de Teatro e Cinema do Instituto Politécnico de Lisboa.

Encenou espectáculos e eventos no âmbito da Europália '91 e da Lisboa '94 e coordenou a Unidade de Espectáculos da Expo '98.

Com uma formação diversificada (também é artista plástico e cenógrafo), frequentou, em Bruxelas, os cursos de Pintura e de Gravura na Ecole Nationale Superieure des Arts Visuels - La Cambre.

No campo das artes plásticas realizou exposições individuais e colectivas, estando a sua obra presente em galerias e museus portugueses e estrangeiros. Tem vários artigos publicados sobre teatro e o processo de criação artística, desenvolvendo um discurso teórico-prático em torno do trabalho de actor e intervindo regularmente em congressos da área.

Em 1999 foi feito Comendador da Ordem do Mérito, em 9 de Julho de 1999.[1]

João Brites recebeu o Prémio Almada (2004), na área do Teatro, atribuído pelo Instituto das Artes (IA), do Ministério da Cultura, enquanto criadora, em 2005. Nesse mesmo ano seriam também distinguidos o compositor Filipe Pires (Música) e a associação cultural Danças na Cidade (Dança) [2]

Referências

  1. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "João Carlos Tuna Brites". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 19 de abril de 2015. 
  2. Agência Lusa (28 de junho de 2005). «Associação Danças na Cidade recebe Prémio Almada no CCB». RTP. Consultado em 25 de setembro de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]