João de São José de Queirós da Silveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
João de São José de Queirós da Silveira, OSB
Bispo da Igreja Católica
Arquidiocese de Belém do Pará
Retrato de D. Frei João de São José, no Mosteiro de Tibães, em Braga, Portugal
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 18 de setembro de 1729
Ordenação episcopal 10 de maio de 1760
Dados pessoais
Nascimento PortugalMatosinhos, 12 de agosto de 1711
Morte Marco de Canaveses, 15 de agosto de 1764
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom João de São José de Queirós da Silveira, OSB, (Matosinhos, 12 de agosto de 1711Marco de Canaveses, 15 de agosto de 1764) foi um bispo católico português.

Era membro da Academia Real da História Portuguesa desde 1752[1].

Blenda Cunha Moura, na sua tese de mestrado sobre ele, conta-nos que: «Frei Queirós pode ser definido como um clérigo ilustrado; de formação e convicção nos preceitos religiosos, mas que observou a realidade ao seu redor com um olhar crítico e atento aos debates filosóficos de seu tempo.»[1].

Como complemento, Camilo Castelo Branco assim se refere ao quarto bispo do Pará, Dom João de São José: «Da fluente e desempeçada conta de sua vida, transluz, se não me engano, virtude sem blocos, espírito de cristão e bispo, certo não propenso a entidades nem ajeitado para milagres, mas o bastante para não macular a mitra que, dobrado anos, assentará na fronte Caetano Brandão, o mais glorioso vulto das cristandades lusitanas. »

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Francisco Gonçalves Dias e Joana Dias de Queirós, ambos de origem nobre[2], foi monje da Ordem de São Bento, onde professou no dia 19 de janeiro de 1729. Ordenou-se padre no dia 18 de setembro de 1734, aos 23 anos.

No dia 10 de outubro de 1759 o Papa Clemente XII confirma Frei João de São José de Queirós como quarto bispo do Pará. Foi ordenado bispo no dia 4 de maio de 1760, na cidade do Porto, Portugal. Dom João de São José chega a Belém no dia 31 de agosto de 1760. No dia 4 de setembro toma posse pelo arcediago Dr. João Rodrigues Pereira. Sua entrada solene na catedral deu-se a 11 de setembro.

No mesmo ano de sua posse, no dia 19 de dezembro, Dom João de São José inicia as visitas pastorais pelo rio Guamá e Capim. Suas viagens pastorais estão descritas em suas «Memórias», publicadas em 1868 por Camilo Castelo Branco.

Caiu em desgraça aos olhos do Marquês de Pombal pelos seus escritos sarcásticos. Em 1763 El Rei José I manifesta ao Cabido do Pará que terá muito agrado se for eleito Vigário Capitular da Diocese o padre Dr. Geraldo José de Abranches, mostrando seu desagrado com a figura do bispo. Em novembro de 1763 Dom João, sentindo-se destituído da Diocese, ordena ao Cabido que faça a eleição do Vigário Capitular. No dia 25 de novembro segue para Portugal, chamado por uma ordem régia destituindo-o do cargo.

Dom João de São José faleceu no dia 15 de agosto de 1764, no convento de São João do Ermo (Convento da Alpendurada), sobre o Douro, Marco de Canaveses, em Portugal, onde estava detido injustamente. «Mosteiro triste, empinado nuns rochedos que se debruça sobre o Douro.»

A sé do Pará ficará vacante até 1772 quando tomará posse o quinto bispo do Pará Dom Frei Evangelista Pereira.

Sucessão[editar | editar código-fonte]

Dom João de São José de Queirós da Silveira foi o quarto bispo de Belém do Pará, sucedeu a Dom Frei Miguel de Bulhões e Sousa, e teve como sucessor Dom João Evangelista Pereira da Silva, Terceira Ordem Regular de São Francisco.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • BAENA, Antônio Ladislau Monteiro(1782-1850). Compêndio das eras da Província do Pará. Belém: Universidade Federal do Pará, 1969. 395 p.
  • Guia histórico e catálogo da Arquidiocese de Belém. Belém, 1982. 45 p.
  • Memórias de Fr. João de S. Joseph Queiroz Bispo do Grão Pará / com uma extensa introdução e notas illustrativas por Camillo Castello-Branco. Porto : Typ. da Liv. Nacional, 1868.
  • PINTO, Antônio Rodrigues de Almeida. O bispado do Pará. In: Annaes da Bibliotheca e Archivo Publico do Pará. Tomo V. Belém: Instituto Lauro Sodré, 1906.
  • RAMOS, Alberto Gaudêncio. Cronologia eclesiástica do Pará. Belém: Falângola, 1985. 305 p.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]