John Charles Fields

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
John Charles Fields
Conhecido(a) por Medalha Fields
Nascimento 14 de maio de 1863
Hamilton (Ontário)
Morte 9 de agosto de 1932 (69 anos)
Toronto
Nacionalidade Canadá Canadense
Alma mater Universidade Johns Hopkins
Campo(s) Matemática
Tese 1887: Symbolic Finite Solutions, and Solutions by Definite Integrals of the Equation (d^n/dx^n)y -(x^m)y=0

John Charles Fields FRS,[1] FRSC (14 de maio de 1863Toronto, 9 de agosto de 1932) foi um matemático canadense.

Fundou a Medalha Fields, destinada a agraciar matemáticos por conquistas excepcionais.

Nascido em Hamilton (Ontário), filho de um proprietário de loja de artigos de couro, Fields graduou-se no "Hamilton Collegiate Institute" em 1880 e na Universidade de Toronto em 1884, seguindo depois para os Estados Unidos, a fim de estudar na Universidade Johns Hopkins. Fields obteve o doutorado em 1887, com a tese Symbolic Finite Solutions and Solutions by Definite Integrals of the Equation dny/dxn = xmy, publicada no American Journal of Mathematics em 1886.

Fields leccionou durante dois anos na Universidade Johns Hopkins, antes de ser professor do Allegheny College em Meadville (Pensilvânia). Desiludido com a situação da pesquisa matemática na América do Norte, seguiu para a Europa em 1891, estabelecendo-se inicialmente em Berlim, Göttingen e Paris, onde se associou com alguns dos maiores matemáticos do seu tempo, incluindo Karl Weierstrass, Felix Klein, Ferdinand Georg Frobenius e Max Planck. Fields também iniciou uma amizade duradoura com Magnus Gösta Mittag-Leffler. Começou a publicar artigos sobre um novo tópico, funções algébricas, que viria a ser o campo mais profícuo de sua carreira.

Fields regressou ao Canadá em 1902 para leccionar na Universidade de Toronto. De volta à pátria, trabalhou afanosamente para elevar o nível matemático nos círculos académicos e públicos. Fields convenceu a Assembleia Legislativa de Ontário a destinar $75.000 em bolsas de pesquisa anual para universidades e auxiliou a estabelecer o National Research Council of Canada e a "Ontario Research Foundation". Fields foi presidente do Royal Canadian Institute, de 1919 a 1925. Foi responsável directo por Toronto ter sido a sede do Congresso Internacional de Matemáticos de 1924.

Fields é mais conhecido pelo seu papel na criação da Medalha Fields, considerada por alguns como o Prémio Nobel da matemática. Conferida a primeira vez em 1936, a medalha foi reintroduzida em 1950 e desde então é concedida a cada quatro anos. É destinada a dois, três ou quatro matemáticos com idades inferiores a 40 anos, que tenham tido contribuições de destaque na área.

Fields planeou o prémio no final da década de 1920 mas, devido ao seu sério problema de saúde, não vivenciou a concretização da condecoração. Faleceu em 9 de Agosto de 1932 após três meses de padecimento. Em seu testamento destinou $47.000 para os fundos da Medalha Fields.

Foi eleito fellow da Sociedade Real do Canadá em 1907 e fellow da Royal Society em 1913.

O Instituto Fields da Universidade de Toronto foi assim baptizado em sua memória.

Referências

  1. Synge, J. L. (1 de janeiro de 1933). «John Charles Fields. 1863-1932». Obituary Notices of Fellows of the Royal Society. 1 (2). doi:10.1098/rsbm.1933.0010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.