Johnny Stompanato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Johnny Stompanato (Woodstock, Illinois, 9 de outubro de 1925 - Beverly Hills, Califórnia, 4 de abril de 1958) foi um gangster dos Estados Unidos, guarda-costas de Mickey Cohen[1] e amante de Lana Turner. Foi assassinado em 1958 com uma faca de cozinha por Cheryl Crane, (a então adolescente) filha de Lana Turner, que acusou Stompanato de atacar a mãe. Mesmo esse caso tendo sido um dos grandes escândalos de Hollywood, Cheryl enfatiza em sua autobiografia que tinha muito orgulho em ter matado Stompanato para defender a mãe. Na época em que Stompanato foi morto, Lana Turner era constantemente agredida por ele e ameaçada de ter seu rosto desfigurado caso ela deixasse de o sustentar. Cheryl foi absolvida pelo crime.

No filme L.A. Confidential, há uma pequena aparição de Paolo Seganti no papel de Johnny Stompanato.

Referências

  1. AllStarPic. «Johnny Stompanato». Lucy Media. Consultado em 22 de junho de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.