José Maria de Sousa Soares de Andrea Ferreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

José Maria de Sousa Soares de Andrea Ferreira (Lisboa, Mercês, 1835 - 30 de Setembro de 1901) foi um militar português.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Cribónio José Ferreira (Chaves, Arcossó - ?) e de sua mulher Maria Benedita de Sousa Soares de Andrea (Lisboa, Encarnação, 12 de Março de 1788 - Lisboa, Ajuda, 10 de Março de 1880), irmã mais nova de Tomás José de Sousa Soares de Andrea e Francisco José de Sousa Soares de Andrea, 1.º Barão de Caçapava, e irmã mais velha de José Maria de Sousa Soares de Andrea e Bernardo José de Sousa Soares de Andrea.

Oficial da Marinha Portuguesa com o Curso de engenheiro hidrógrafo, foi nomeado Aspirante de Segunda Classe a 3 de Junho de 1852, e escalou brilhantemente todos os postos da Armada até ser reformado em Vice-Almirante.[1]

Dirigiu o Observatório do Infante D. Luís, na Escola Politécnica de Lisboa, e o Posto Meteorológico de D. Amélia de Orleães, na Serra do Pilar, no Porto, lugar para o qual foi nomeado a 24 de Dezembro de 1885.[1]

Foi Adido Militar à Majoria-General da Armada, tomando parte em várias comissões, entre as quais se conta a que formulou o Regulamento do Corpo de Marinheiros.[1]

Acompanhou a Imperatriz Duquesa de Bragança D. Amélia de Leuchtenberg à Madeira, a bordo da fragata D. Fernando.[1]

Faleceu repentinamente numa carruagem dum comboio que vinha de Queluz.[1]

Casou com Maria Margarida da Cunha, filha de José Pinto e de sua mulher Maria Joaquina da Cunha, e foi pai do Major e Coronel António Soares de Andrea Ferreira, Oficial da Ordem Militar de Nosso Senhor Jesus Cristo a 31 de Março de 1927 e Comendador da Ordem Militar de São Bento de Avis a 5 de Outubro de 1935,[2] de José Maria Soares de Andrea Ferreira, Mestre Atirador, e de Maria Amélia Soares de Andrea Ferreira.

O seu primo-sobrinho Álvaro de Oliveira Soares de Andrea, na dedicatória do seu livro O Systema decimal mundial e o Relogio decimal, Typografia e Papelaria Corrêa & Raposo, Lisboa, 1909, diz ter sido Vice-Almirante Hidrógrafo.

Irmão do Major Armando de Sousa Soares de Andrea Ferreira, Comendador da Ordem Militar de São Bento de Avis a 25 de Março de 1935.[3]

Referências

  1. a b c d e f Vários. Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. [S.l.]: Editorial Enciclopédia, L.da. pp. Volume 2. 552 
  2. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "António Soares de Andrea Ferreira". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 15 de novembro de 2015 
  3. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Armando de Sousa S. Andreia Ferreira". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 9 de agosto de 2016