Joshua Bell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bell em 2008

Joshua David Bell (Bloomington (Indiana), 9 de dezembro de 1967) é um virtuoso violinista dos Estados Unidos.

Vida[editar | editar código-fonte]

Bell começou as suas lições de violino com quatro anos de idade, tendo sido um estudante brilhante. Viveu uma vida normal, jogou videogames e praticou ténis e boliche, tendo participado num torneio nacional de tenis com dez anos.[1]

estudou inicialmente com "Mimi Zweig", e depois mudou para o violinista e pedagogo Josef Gingold

Com a idade de catorze anos, Bell apareceu como solista da Orquestra de Filadélfia dirigida por Riccardo Muti. Estudou violino na Indiana University Jacobs School of Music, e tem diploma de Bloomington (Indiana) High North School em 1984,[2] Em 1989, Bell recebeu um Artist Diploma in Violin Performance pela Universidade de Indiana.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Joshua Bell fez sua estréia no Carnegie Hall em 1985 com a Orquestra Sinfônica de Saint Louis. Realizou o solo a trilha sonora do filme O Violino Vermelho de John Corigliano ganhador de Oscar e também na Mulheres de Lavanda. Bell também fez uma aparição no filme Music of the Heart, uma história sobre o poder da música, com outros notáveis violinistas.

O instrumento de Bells um violino Stradivarius, feito em 1713 durante a conhecida como Antonio Stradivari's "Golden Era.". Este violino tinha sido roubado duas vezes desde o anterior proprietário, Bronislaw Huberman.[3] Bell comprou-o por cerca de quatro milhões de dólares. A primeira gravação foi Romance of the Violin (pela Sony Classical) in 2003. Vendeu mais de 5 milhões de cópias e permaneceu no topo das tabelas de música clássica por 54 semanas. Bell é parceiro artístico da Saint Paul Chamber Orchestra (na temporada 2004-2005) e professor na Royal Academy of Music, em Londres e professor na Massachusetts Institute of Technology.[4] [3] [5] [6] [7]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Numa iniciativa do jornal Washington Post, Joshua Bell tocou durante 45 minutos na estação de metro no centro de Washington.[3]

Arrecadou apenas 32 dolares e 17 centavos.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • The Essential Joshua Bell, Sony BMG Masterworks, 2007
  • Voice of The Violin, Sony Classical, 2006
  • Tchaikovsky: Violin Concerto, op. 35; Melodie; Danse Russe from Swan Lake, op. 2 (Act III), Sony Classical, 2005
  • Romance of The Violin, Sony Classical, 2003
  • Bernstein: Westside Story Suite, Sony Classical, 2001
  • Gershwin Fantasy, Sony Classical, 1998

Referências

  1. The Univee, yearbook, 1978-9
  2. BHSN Yearbook, 1984.
  3. a b c Gene Weingarten, Pearls Before Breakfast The Washington Post, April 8, 2007 Page W10.
  4. E-strings for the future musician. BBC News, 2002-07-18. Retrieved January 28, 2007.
  5. Richard Pyle, Washington Post Wins 6 Pulitzers Arquivado em 19 de abril de 2008, no Wayback Machine. The Associated Press, April 8, 2008.
  6. Violinist Bell wins $75,000 Fisher Prize. CNN News, 2007-04-08. Retrieved April 8, 2007.
  7. «The Jacobs School Welcomes Joshua Bell to its Faculty» (PDF). Consultado em 26 de abril de 2019. Arquivado do original (PDF) em 12 de março de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]