Judas Macabeu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Judas Macabeu ou Judas o Macabeu (em hebraico: יהודה המכבי, transl. Yehudah HaMakabi, lit. "Judas, o Martelo") foi o terceiro filho do sacerdote judeu Matatias. Liderou a revolta dos Macabeus contra o Império Selêucida (167-160 a.C.). Seu epíteto, Macabeu, vem da palavra do siríaco maqqaba, "martelo", e este nome foi-lhe concedido em reconhecimento pela sua bravura em combate.

Em 175 a.C., Antíoco IV Epifanes chegou ao trono do Império Selêucida e iniciou uma campanha de assimilação contra os habitantes da Judeia. Num esforço de unificar os elementos Gregos do seu império, Antióco determinou a destruição da fé Judaica e a helenização dos Judeus. Um Édito foi publicado impondo os rituais religiosos aos Judeus em Jerusalém, sob pena de morte.

Um alto sacerdote chamado Matatias, recusou publicamente, iniciando uma revolta. Escapou para o deserto levando consigo outros combatentes, que acabariam por conseguir expelir os invasores helenistas. Quando Matatias morreu, em 167 a.C., após mortal enfermidade, foi sucedido por seu filho Judas Macabeu, que continuou a rebelião. Ele derrotou os helenistas em várias batalhas, e contribuiu para a futura independência judaica, mas não viveu o suficiente para reconquistar a independência, pois, em 160 a.C., ele foi morto em combate em Bersete, pelo rei Demétrio I Sóter.