Junção aderente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Adherens Junctions structural proteins.svg

Junção aderente é um complexo proteico que ocorre nas junções célula-célula nos tecidos epiteliais e endoteliais,[1] geralmente mais basais do que as junções estreitas. Uma junção aderente é definida como uma junção celular cuja face citoplasmática está ligada ao citoesqueleto de actina. Eles podem aparecer como bandas circundando a célula (zonula adherens) ou como pontos de fixação à matriz extracelular (placas de adesão). As junções aderentes se desmontam exclusivamente nas células epiteliais uterinas para permitir que o blastocisto penetre entre as células epiteliais.[2]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Dowland, S.; Madawala, R.; Lindsay, L.; Murphy, C. (2016). «The adherens junction is lost during normal pregnancy but not during ovarian hyperstimulated pregnancy». Acta Histochemica. 118 (2): 137–143. PMID 26738975. doi:10.1016/j.acthis.2015.12.004 
  • Guo, Renyong; Sakamoto, Hiroshi; Sugiura, Shigeki (2006). «Endothelial Cell Motility Is Compatible With Junctional Integrity». Journal of Cellular Physiology. 211: 327–335. PMID 17167782. doi:10.1002/jcp.20937 
Ícone de esboço Este artigo sobre Histologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.