Khmer Krom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Camboja por volta do ano 1650

A Perda do delta do Mekong para o Vietnã iniciou-se a partir do começo do século XVII com a colonização da área por colonos vietnamitas,[1] e gradualmente isolou os Khmer do delta do Mekong de seu governo no Camboja, resultando na sua minoria com o passar do tempo.

Origens[editar | editar código-fonte]

Os Khmer Krom são considerados como uma minoria étnica Khmer que vivem no delta do rio Mekong no sul do Vietnã, uma área que foi parte do Império Khmer.[2]

Na língua vietnamita, eles são conhecidos como Kho-me Crom ou Kho-me dưới , que significa literalmente "Khmer a partir de baixo" (referindo-se às áreas mais a jusante do delta do Mekong).

De acordo com dados do governo vietnamita (censo de 1999), havia 1 055 174 Khmer Krom no Vietnã.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Prey Nokor era o mais importante porto comercial para os Khmers. Iniciou como uma pequena vila de pescadores, e foi habitada por povos Khmer durante séculos antes da chegada dos vietnamitas. O nome da cidade foi mudado posteriormente pelo Vietnã, para Saigão e depois para Cidade de Ho Chi Minh. A perda da cidade impediu os cambojanos de ter acesso ao Mar da China Meridional,[1] e o único acesso Khmer até ao mar era limitado ao golfo da Tailândia. A área que a cidade de Ho Chi Minh ocupa hoje era originalmente um pantanal por estar situada perto da foz do rio Mekong.

Em 1623, o rei Chey Chettha II do Camboja (1618-1628) permitiu que refugiados vietnamitas fugindo da Guerra Trịnh-Nguyễn no Vietnã se estabelecessem na área de Nokor Prey,[1] Ondas cada vez maior de colonos vietnamitas, que o reino do Camboja não poderia impedir por estar enfraquecido por causa da guerra com a Tailândia,[1] lentamente "vietnamizaram" a área.

Em 1698, Nguyen Huu Canh, um nobre vietnamita, foi enviado pelos governantes Nguyễn de Huế para estabelecer estruturas administrativas vietnamitas na área e criar um posto alfandegario, separando assim a área do Camboja,[1] que não era suficiente forte para intervir. Desde essa época, a área tem sido firmemente sob administração vietnamita, com os vietnamitas tornando-se a maioria da população. Com o tempo, Prey Nokor ficou conhecida como Saigão.

Em 1757, os vietnamitas colonizaram as províncias de Psar Dek (renomeada Sa Đéc em vietnamita) e Moat Chrouk (vietnamizada para Châu Đốc ), esta se situando a 250 km da atual Cidade de Ho Chi Minh.

Em 1802 Nguyen Anh coroou-se imperador Gia Long, tendo ele unificado todos os territórios que agora fazem parte do atual Vietnã, incluindo o território que faziam parte do Império Khmer.

Na década de 1970, o regime do Khmer Vermelho atacou o Vietnam em uma tentativa de reconquistar as áreas do delta do Mekong ainda predominantemente habitadas por pessoas da etnia Khmer, mas esta aventura militar foi um desastre total e precipitou a invasão do Camboja pelo exército vietnamita e queda subsequente do Khmer Vermelho, com o Vietnã ocupando Camboja.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e Library of Congress Country Studies. CAMBODIA'S STRUGGLE FOR SURVIVAL, 1432-1887.
  2. Stuart-Fox, William, The Murderous Revolution: Life & Death in Pol Pot's Kampuchea, Alternative Publishing Co-Operative Limited, 1985, pp. 6.
  3. GSO Hanoi,2004
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Khmer Krom

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Khmer Krom ».