Kusanagi (espada)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido de «Kusanagi» na Wikipédia em inglês (desde abril de 2008). Ajude e colabore com a tradução.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Kusanagi, veja Kusanagi (desambiguação).

Kusanagi-no-Tsurugi (草薙の剣?) é uma lendária espada japonesa, tão importante na história do Japão quanto a Excalibur é importante para a Grã-Bretanha. É uma das três Relíquias Imperiais do Japão (三種の神器, Sanshu no Jingi/Mikusa no Kandakara?). Foi originalmente chamada de Ame-no-Murakumo-no-Tsurugi (天叢雲剣 , Espada que Colhe as Nuvens do Céu?), mas posteriormente teve seu nome alterado para o mais popularmente conhecido, Kusanagi-no-Tsurugi (草薙の剣?).

Lendas[editar | editar código-fonte]

De acordo com o Kojiki, o Deus japonês Susanoo encontrou a família de Kunitsukami (Deuses da terra) de luto, na província de Izumo. Quando Susanoo perguntou a Ashinazuchi (足名椎?), ele lhe contou que sua família estava sendo devastada pelo terrível Yamata no Orochi, uma serpente de oito cabeças, que comeu sete das suas oito filhas, sobrando apenas Kushinada-hime (奇稲田姫?) que corria perigo.

Susanoo preparou oito vasos de sake (vinho feito de arroz) e colocou cada um em uma plataforma individual atrás dos oito portões. Orochi caiu na armadilha e colocou cada uma das cabeças em um vaso com sake. Com essa distração, ele cortou com sua espada as oito cabeças da fera e depois partiu para as caudas. Na quarta cauda, descobriu que havia uma grande espada dentro do corpo da criatura, ele a chamou de Ame-no-Murakumo-no-Tsurugi e para compensar desentendimentos passados, presenteou sua irmã, Amaterasu, com a espada.

Gerações depois, no reinado de Keikou, o 12º imperador do Japão, a espada foi dada ao grande guerreiro Yamato Takeru como um dos dois presentes dados por sua tia, Yamatohime-no-mikoto, do Santuário de Ise, para proteger seu sobrinho nos momentos de perigo.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

  • Na série de jogos de luta The King of Fighters, o protagonista se chama Kyo Kusanagi e a história tem base na lenda de Yamata no Orochi.
  • No jogo para PlayStation 2 e Wii, Ōkami, a Kusanagi é representada por uma lâmina de jade obtida ao derrotar a Nove caudas.
  • No jogo para Game Cube Tales of Symphonia, a cada vitória sucessiva contra um Sword Dancer o jogador e recompensado com a Kusanagi e as outras Relíquias Imperiais do Japão.
  • Na série de anime e mangá Naruto, um vilão chamado Orochimaru possui a Kusanagi.
  • No quadrinho Usagi Yojimbo, a história de um arco chamado Grasscutter I & II é altamente influenciado pela Kusanagi.
  • No romance Kyuden, de Jonathan Holburt, um homem chamado Scott tenta roubar as três Relíquias Imperiais do Japão para ajudar um homem à virar o imperador mais poderoso.