Lúcio Cássio Longino (procônsul)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Lúcio Cássio Longino.

Lúcio Cássio Longino (em latim: Lucius Cassius Longinus) foi um político e general da gente Cássia da República Romana. Era irmão de Caio Cássio Longino, um dos líderes da revolta que levou ao assassinato de Júlio César em 44 a.C..

História[editar | editar código-fonte]

Por volta de 52 a.C., Lúcio era um dos triúnviros monetários (é possível que ele tenha sido um deles entre 63 e 62 a.C. também). Depois disto, Lúcio foi nomeado procônsul[1] por Júlio César em 48 a.C., já durante a guerra civil e ocupou a Tessália, de onde foi expulso pelo general pompeiano Metelo Cipião e obrigado a se juntar a Caio Calvísio Sabino na Etólia[2][3][4].

Lúcio foi tribuno da plebe em 44 a.C., um ano notável pela grande quantidade de tribunos, durante o pretorado de seu irmão. Juntamente com seus colegas de tribunato, Tibério Canúcio e Décimo Carfuleno, Lúcio foi excluído de uma importante reunião do Senado Romano realizada em 28 de novembro, na qual foram distribuídos os governos das províncias romanas para o ano seguinte[5]. Uma lei que permitia que César atribuísse o status de "patrícia" a novas famílias[6][7][8] provavelmente foi patrocinado por Lúcio e não por seu irmão, o pretor Caio[9].

Referências

  1. CIL 12.2.774—ILS 39.
  2. Júlio César, Bellum Civile 3.5.4, 7, 8, 15
  3. Dião Cássio, História Romana 41.44, 46, 48
  4. Paulo Orósio, 6.15.10.
  5. Cícero, Filípicas 3.23.
  6. Suetônio, Divus Iulius 41.1
  7. Tácito, Anais 11.25
  8. Dião Cássio, História Romana 43.47.3.
  9. Giovanni Niccolini, I fasti dei tribuni della plebe (Milan 1934), p. 347

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Broughton, T.R.S. (1953). The Magistrates of the Roman Republic (em inglês). 2. [S.l.]: American Philological Association. p. 275, 323–324, 435, 544 
  • Broughton, T.R.S. (1986). The Magistrates of the Roman Republic (em inglês). 3. [S.l.]: American Philological Association. p. 51-52