Ligia Amadio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2017)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Ligia Amadio

Ligia Amadio (São Paulo, 21 de agosto de 1964) é uma maestrina brasileira, atual regente-titular da Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo (OSUSP), com sede na Universidade de São Paulo e da Orquestra Sinfônica da Universidade Nacional de Cuyo, na Argentina.

É graduada em música, na modalidade de regência, pela Unicamp, pós-graduada na mesma universidade, defendendo a tese: "Hans Joachim Koellreutter: um caminho rumo à Estética Relativística do Impreciso e Paradoxal" e também tem formação como engenheira de produção na Escola Politécnica de São Paulo. Foi aluna de maestros como Lutero Rodrigues, Eleazar de Carvalho, Kurt Masur e Hans-Joachim Koellreutter, entre outros.

Atuou como regente titular em orquestras como a Orquestra Sinfônica de Jundiaí desde 1996 e foi diretora artística da Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Cuyo, em Mendoza, na Argentina, e em coros como o Coral Arco-Íris da cidade de Osasco e os madrigais de Brasília e Campinas. Entre 2000 e 2003 atuou também como produtora e apresentadora do programa "Música e Literatura", da Rádio MEC do Rio de Janeiro. Recebeu também prêmios nacionais, como o da Associação Paulista de Críticos de Arte(2001) e foi vencedora de concursos como o Concurso Internacional de Regência em Tóquio, no Japão(1997), além de alguns prêmios na Argentina e no Chile(1998). Chegou a reger orquestras como a OSESP e a Orquestra Sinfônica do Paraná, sendo, em ambos os casos, a primeira mulher a assumir a regência destas orquestras.

Em 2009 assumiu o comando da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas. Em 2010 assumiu a diretoria artística e a regência da Orquestra Sinfônica da USP e da Orquestra Sinfônica da Universidade Nacional de Cuyo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]