Ligia Amadio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações.
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Ligia Amadio

Ligia Amadio (São Paulo, 21 de agosto de 1964) é uma maestrina brasileira, atual regente-titular da Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo (OSUSP), com sede na Universidade de São Paulo e da Orquestra Sinfônica da Universidade Nacional de Cuyo, na Argentina.

É graduada em música, na modalidade de regência, pela Unicamp, pós-graduada na mesma universidade, defendendo a tese: "Hans Joachim Koellreutter: um caminho rumo à Estética Relativística do Impreciso e Paradoxal" e também tem formação como engenheira de produção na Escola Politécnica de São Paulo. Foi aluna de maestros como Lutero Rodrigues, Eleazar de Carvalho, Kurt Masur e Hans-Joachim Koellreutter, entre outros.

Atuou como regente titular em orquestras como a Orquestra Sinfônica de Jundiaí desde 1996 e foi diretora artística da Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Cuyo, em Mendoza, na Argentina, e em coros como o Coral Arco-Íris da cidade de Osasco e os madrigais de Brasília e Campinas. Entre 2000 e 2003 atuou também como produtora e apresentadora do programa "Música e Literatura", da Rádio MEC do Rio de Janeiro. Recebeu também prêmios nacionais, como o da Associação Paulista de Críticos de Arte(2001) e foi vencedora de concursos como o Concurso Internacional de Regência em Tóquio, no Japão(1997), além de alguns prêmios na Argentina e no Chile(1998). Chegou a reger orquestras como a OSESP e a Orquestra Sinfônica do Paraná, sendo, em ambos os casos, a primeira mulher a assumir a regência destas orquestras.

Em 2009 assumiu o comando da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas. Em 2010 assumiu a diretoria artística e a regência da Orquestra Sinfônica da USP e da Orquestra Sinfônica da Universidade Nacional de Cuyo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]