Lily Rabe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-question.svg
Este artigo ou se(c)ção pode conter texto de natureza não enciclopédica. (desde julho de 2014)
Justifique o uso dessa marcação e tente resolver essas questões na página de discussão.
Lily Rabe
Lily em 2016.[1]
Nome completo Lily Rabe[2]
Nascimento 29 de junho de 1982 (34 anos)
Nova Iorque
Nacionalidade Estados Unidos americana
Ocupação atriz
IMDb: (inglês)

Lily Rabe[3][4](Nova York, 29 de junho de 1982)[5] , é uma atriz americana.[6] Famosa internacionalmente[7] e aclamada[8] pela critica graças a sua participação interpretando múltiplas personagens nas 6 temporadas da antologia de horror American Horror Story de Ryan Murphy e Brad Falchuk.[9]pelo papel de Mary Eunice McKee em American Horror Story: Asylum foi indicada a um Critics' Choice Television Award e a um Online Film & Television Association Awards como Melhor Atriz Coadjuvante em um Filme ou Minissérie,e como Misty Day em American Horror Story: Coven foi indicada novamente ao Online Film & Television Association Awards mas desta vez como Melhor Atriz Coadjuvante em um Filme ou Minissérie.[10][11]

É conhecida também no teatro tendo sido indicada ao Tony Awards e ao Drama Desk Awards como Melhor Atriz em um peça teatral pela peça The Merchant of Venice.[12] Foi indicada novamente ao Drama Desk Awards de Melhor Atriz em um peça teatral pela peça Steel Magnolias.[13]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Rabe nasceu em 1982 na cidade de New York no Upper West Side. Ela é filha do dramaturgo David Rabe e atriz Jill Clayburgh. Tem um irmão mais novo, Michael Rabe, um ator e dramaturgo, e um meio-irmão mais velho, Jason Rabe, um músico, do primeiro casamento de seu pai. Seu pai é católico, seu avô materno é judeu e sua avó materna é protestante. Rabe foi criada em Bedford e se mudou para Lakeville, Connecticut, quando estava na sétima série. Lá, frequentou a Escola Hotchkiss.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Lily em Setembro de 2008.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Rabe estudou dança por dez anos. Rabe estava ensinando balé em um programa de artes de verão em Connecticut, quando foi abordada por instrutor de atuação do programa, que lhe pediu para fazer um monólogo na produção final. Rabe realizou um monólogo dos Crimes de jogo do coração por Beth  Henley. Rabe, declarou: "Foi nesse momento, que a realização monólogo, que me fez pensar: 'Talvez isso é o que eu queira fazer'". Em seguida, passou a estudar teatro na Universidade Northwestern. Em 2001, fez sua estréia na tela em frente a sua mãe Jill Clayburgh no filme Never Again. Em 2002, fez sua estréia profissional, novamente em frente de sua mãe, na Companhia Stage Gloucester, em Massachusetts em duas peças de um ato: Falar bem dos mortos por Israel Horovitz e The Girl Crazy por Frank Pugliese. Como resultado de aparecer nas peças, Rabe foi capaz de obter um Cartão de patrimônio. Em julho de 2003, voltou para o Stage Company Gloucester para aparecer em uma produção de prova por David Auburn. No mesmo ano, apareceu no filme Mona Lisa Smile. Rabe formou-se na Northwestern, em 2004, com um Bachelor of Science in Theatre. Em novembro de 2011, depois de se formar, voltou para Nova York. Do dia 29 de setembro até 2 de outubro de 2004, ela apareceu em White Jesus por Deirdre O'Connor, parte de uma série de peças de um ato apresentado como o projeto de democracia e organizada pela companhia de teatro Naked Angels. Em 21 de janeiro de 2005, participou de uma oficina de produção de The Best Little Whorehouse no Texas no Roundabout Theatre Company, que foi dirigido por Joe Mantello. Fez sua estreia na Broadway como Annelle no revival de 2005, Steel Magnolias por Robert Harling, dirigido por Jason Moore. Por sua atuação Rabe foi indicado para o prêmio Drama Desk. Rabe tinha sido escalada para fazer Irmãs do Jardim, mas teve que abandonar depois de ter sido lançada em Steel Magnolias. em setembro a outubro, ela apareceu na estréia americana de mais frio do que aqui pelo dramaturgo Inglês Laura Wade no Teatro MCC. Jeremy McCarter em New York Magazine listados desempenho do Rabe como uma das melhores descobertas de 2005. de Setembro a dezembro de 2006 Rabe fez Ellie Dunn na produção do Roundabout Theatre Company of Heartbreak House de George Bernard Shaw. Em 2007, ela apareceu no filme Sem Reservas. Em agosto de 2007, ela apareceu em Crimes do Coração no Williamstown Theatre Festival, em uma produção que marcou a estréia na direção da atriz Kathleen Turner. Em 2008, a produção transferida Off-Broadway, apresentado pela Roundabout Theatre Company e encenado no Laura Pels Theatre, correndo de 14 fevereiro - 13 abril. Durante um ensaio, um pedaço da decoração do palco caiu sobre Rabe, deixando-a com uma costela fraturada. Devido à lesão, Rabe perdeu uma semana de espetáculos de pré-ea noite de abertura foi movida uma semana de volta de 7 fevereiro - 14 fevereiro. em agosto, Rabe estava no elenco da HBO Pilot Last of the Ninth, um drama ambientado na década de 1970. Rabe desempenhou um policial à paisana no piloto, que foi escrito por David Milch e dirigido por Carl Franklin. Em dezembro, foi relatado que a HBO decidiu não fazer o Pilot para a série. No mesmo ano, ela apareceu nos filmes O Que Aconteceu e A tática Toe, bem como dois episódios de Medium. De janeiro a março de 2009 Rabe apareceu na estréia da Broadway, de Richard Greenberg 1990 jogar O Plano americano no Samuel J. Friedman Theatre.

2010-12[editar | editar código-fonte]

Em 2010 Rabe fez sua primeira aparição em Shakespeare in the Park, em uma produção de O Mercador de Veneza, dirigido por Daniel J. Sullivan, que decorreu de 30 Junho a 1 de Agosto. Rabe foi escalado como Portia, que ela descreveu como "um dos grandes papéis femininos". Ela estrelou ao lado de Al Pacino como Shylock um desempenho descrito como um "sensacional break-out" a produção transferida para a Broadway no teatro Broadhurst onde funcionou a partir de 19 de outubro a 20 de Fevereiro de 2011. Por sua atuação, Rabe foi indicada para o prêmio Tony de Melhor Atriz Principal em Play.

Em março, Rabe foi escalada para o drama estratégia de saída piloto FOX em um papel que seria recorrente se o piloto fosse pego em julho, foi confirmado que a FOX tinha passado sobre o pilot.

Rabe apareceu novamente no Williamstown Theatre Festival, em uma produção de Casa de Bonecas de Henrik Ibsen, onde desempenhou o papel de Nora.

Fez Nora Montgomery na primeira temporada do programa da FX, American Horror Story com a temporada intitulada pelos próprios fãs da série: Murder House. Na segunta temporada da série, intitulada de Asylum, fez a Irmã Mary Eunice McKee. Na terceira temporada, Coven, ela fez Misty Day. Retornou na quarta temporada, Freak Show, como convidada, reprisando seu papel de Mary Eunice McKee, voltou na quinta temporada, Hotel, fazendo o papel da serial killer estadunidense Aillen Wuornos. E seu último papel como Shelby Miller na sexta e mais recente temporada da série, Roanoke.

Filmes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Journals.ku.edu
  2. Smith, Krista (24 January 2013). «Opening Acts». vanityfair.com. Consultado em 24 February 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  3. Siegler, Mara (28 May 2014). «'Much Ado' stars Lily Rabe and Hamish Linklater are a couple». pagesix.com. Consultado em 28 June 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  4. Fleming Jr, Mike (24 October 2012). «Rodrigo Garcia To Helm Lily Rabe In 'We're Just Married'». deadline.com. Consultado em 26 February 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  5. Tartaglione, Nancy (17 May 2012). «Lily Rabe To Play Mary Pickford». deadline.com. Consultado em 26 February 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  6. Lily Rave - Biography. NYTimes.com (em inglês)
  7. Wallenberg, Christopher (July 17, 2011). «Her parents' legacy, her own spotlight». Boston.com. Consultado em February 25, 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  8. Hernandez, Ernio (February 12, 2008). «PLAYBILL.COM'S CUE & A: Lily Rabe». Playbill.com. Consultado em February 25, 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  9. Lawrence, Vanessa (July 15, 2010). «Lily Rabe Talks "Merchant of Venice"». Women's Wear Daily. Consultado em February 24, 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  10. Miller, Griffin (22 May 2013). «Celebrity Profile: Lily Rabe». NYLuxury.com. Consultado em February 24, 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  11. Bloom, Nate. «The Plame game, Jill Clayburgh: a Jew?, Gyllenhaal and Lambert». JWeekly.com. Consultado em August 28, 2015  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  12. «When Lily Met Babe». tdf.org. Consultado em 25 February 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  13. Smith, Krista (January 24, 2013). «Opening Acts». Vanity Fair. Consultado em February 24, 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.