Lista de línguas ameaçadas no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Uma língua ameaçada é uma língua que está caindo para fora de uso, geralmente porque tem poucos falantes sobreviventes. Se ela perder todos os seus falantes nativos ela irá se tornar uma língua extinta. A UNESCO distingue quatro níveis de risco para línguas ameaçadas, baseadas na transferência entre gerações:[1]

Vulnerável: A maioria das crianças falam a língua, mas ela está restrita a certos domínios (ex: em casa).
Definitivamente ameaçada: As crianças já não aprendem a língua em casa como língua materna.
Severamente ameaçada: A linguagem é falada pelos avós e gerações mais antigas; enquanto embora a presente geração possa a compreender, eles talvez não falem ela entre si, e não a passem para as suas crianças.
Criticamente ameaçada: As mais novas gerações que a fala são avós e mais velhos, e ainda assim pouco frequentemente ou parcialmente.
Língua Páises Falantes Status Comentários Ref
Língua Aikana[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Ajuru[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Akawaio[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Akuntsu[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Akwáwa[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Anambé[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Apalai[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Apiaká[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Apinajé[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Apurinã[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Arara do Pará[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Arára Shawãdáwa[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Araweté[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Arikapu[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Aruá (Língua Aruáshi)[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Ashaninka[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Asurini do Xingu[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Aurê-Aurá[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Ava-Canoeiro[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Aweti[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Bakairi[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Banawá Yafi[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Baníwa do Içana[1] Brasil, Colômbia e Venezuela   Vulnerável    
Língua Bara[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Barasana[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Baré[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Bororo[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Carapana[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Cashinahua[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Chamacoco[1] Brasil, Paraguai   Criticamente ameaçada    
Língua Chiquitano[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Cinta Larga[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Cocama-Cocamilla[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Cubeo[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Culina[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Dâw[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Dení[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Desano[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Diahói[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Djeoromitxi[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Enawenê-Nawê[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Galibi Marworno[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Gavião de Rondônia[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Gavião do Pará[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Guajá[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Guajajara[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Guarasu[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Guató[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Hixkaryána[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Hupda[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Ikpeng[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Iranxe[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Jamamadí[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Jarawára[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Javaé[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Juma[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Ka'apór[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kadiwéu[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Kaingang[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Kaiowá Guarani[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kaixána[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Kalapalo[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kamaiurá[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kanela Apaniekra[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kanela Rankokamekra[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kanoê[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Karajá[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kari'ña[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Karipuna[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Karipuna do Amapá language[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Karitiana[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Karo[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Katawixi[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Katukina do Acre[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Katukína-Kanamarí[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Katxuyana-Xikuyána[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kaxarari[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Kayabi[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kinikinau[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Kisêdjê[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Korúbo[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Krahô[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Krenak[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Krikati[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kuikuro[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kujubim[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Kulina Páno[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Kurripako[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Kuruáya[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Kwazá[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Machineri[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Macuna[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Macushi[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Makurap[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Marúbo[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Matipu[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Matís[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Mawayana[1] Brasil, Suriname   Criticamente ameaçada    
Língua Mawé[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Maxakali[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Mayoruna[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Mbya Guarani[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Mebengokre[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Mehináku[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Miraña[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Mirití Tapuia[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Mundurukú[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Myky[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Nadëb[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Nahukwa[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Nambiquara do Norte[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Nambiquara do Sul[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Ñandeva Guarani[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Nheengatu / Língua Yeral[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Ninam[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Ofayé[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Omagua[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Oro Win[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Paiter[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Palikur[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Panará[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Pareci[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Parintintin[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Patamona[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Paumarí[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Pemon[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Pirahã[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Piratapuya[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Poyanawa[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Pukobyê[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Puruborá[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Rikbaktsa[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Sabanê[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Sakurabiat[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Salamãy[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Sanema[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Shanenawa[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Siriano[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Suruahá[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Tapayuna[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Tapirapé[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Tariana[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Tembé[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Tenharim[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Terena[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Ticuna[1] Brasil, Colômbia e Peru   Definitivamente ameaçada    
Língua Trio[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Trumai[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Tucano[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Tupari[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Tuyuca[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Uru-eu-au-au[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Waimiri-Atroarí[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Waiwai[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Wajãpi[1] Brasil   Vulnerável    
Wanano / Kotiria language[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Wapishana[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Warekena[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua Wari[1] Brasil   Definitivamente ameaçada    
Língua uaurá[1] Brasil   Vulnerável    
Wayana language[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Xambioá language[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Xavante[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Xerente[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Xetá[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Xipáya[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Xokleng[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Yaminahua[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Yanomám[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Yanomami[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Yatê[1] Brasil   Severamente ameaçada    
Língua Yawalapiti[1] Brasil   Criticamente ameaçada    
Língua Yawanawá[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Yecuana[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Yudja[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Yuhup[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Zo'é[1] Brasil   Vulnerável    
Língua Zoró[1] Brasil   Vulnerável    

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap aq ar as at au av aw ax ay az ba bb bc bd be bf bg bh bi bj bk bl bm bn bo bp bq br bs bt bu bv bw bx by bz ca cb cc cd ce cf cg ch ci cj ck cl cm cn co cp cq cr cs ct cu cv cw cx cy cz da db dc dd de df dg dh di dj dk dl dm dn do dp dq dr ds dt du dv dw dx dy dz ea eb ec ed ee ef eg eh ei ej ek el em en eo ep eq er es et eu ev ew ex ey ez fa fb fc fd fe ff fg fh fi fj fk fl fm fn fo fp fq fr fs ft fu fv fw Moseley, Christopher (ed.). 2010. Atlas of the World’s Languages in Danger, 3rd edn. Paris, UNESCO Publishing. Online version: http://www.unesco.org/culture/en/endangeredlanguages/atlas

Ver também[editar | editar código-fonte]