Lista de pinturas de Nuno Gonçalves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esta é uma lista de pinturas atribuídas a Nuno Gonçalves, um dos maiores pintores portugueses do Renascimento. Em verdade, existe muita discussão sobre as obras que devem ser incluídas no conjunto da produção deste autor e da sua oficina de pintura, contudo, é geralmente aceite que as tábuas do Políptico de São Vicente de Fora se devem ao seu pincel.

Pinturas atribuídas a Nuno Gonçalves[editar | editar código-fonte]

Imagem Detalhes Atribuição Datação
Painel dos Frades (Painéis de São Vicente de Fora)
Óleo e têmpera sobre madeira
207,2 × 64,2 cm
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[1]
Painel dos Pescadores (Painéis de São Vicente de Fora)
Óleo e têmpera sobre madeira
211 × 91 cm
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[2]
Painel do Infante (Painéis de São Vicente de Fora)
Óleo e têmpera sobre madeira
206,4 × 128 cm
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[3]
Painel do Arcebispo (Painéis de São Vicente de Fora)
Óleo e têmpera sobre madeira
206 × 128,3 cm
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[4]
Painel dos Cavaleiros (Painéis de São Vicente de Fora)
Óleo e têmpera sobre madeira
206,6 × 60,4 cm
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[5]
Painel da Relíquia (Painéis de São Vicente de Fora)
Óleo e têmpera sobre madeira
206,5 × 63,1 cm
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[6]
São Vicente Atado à Coluna
Óleo e têmpera sobre madeira
211 × 91 cm
Fazia par com "São Vicente na Cruz em Aspa"
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[7]
São Vicente na Cruz em Aspa (fragmento)
Óleo e têmpera sobre madeira
209 × 40,8 cm
Fazia par com "São Vicente Atado à Coluna"
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[8]
São Francisco
Óleo e têmpera sobre madeira
117,9 × 90,3 cm
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[9]
São Paulo
Óleo e têmpera sobre madeira
137 × 84 cm
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[10]
São Pedro
Óleo e têmpera sobre madeira
135,8 × 80,3 cm
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[11]
São Teotónio
Óleo e têmpera sobre madeira
115,5 × 89,3 cm
Lisboa, MNAA
Geralmente aceite
c. 1450–90[12]
Retrato de Santa Joana Princesa
Óleo sobre madeira
60 × 40 cm
Aveiro, Museu de Aveiro
Atribuição contestada
c. 1472–75[13][14]
Ecce Homo
Beja, Museu Rainha Dona Leonor; Setúbal, Convento de Jesus; Lisboa, MNAA (cópia)
Atribuição contestada
Século XV[15][16]
O desembarque em Arzila (cartão)
Cartões para tapeçarias
Atribuição fortemente contestada
c. 1475–1500[17]
O cerco a Arzila (cartão)
Cartões para tapeçarias
Atribuição fortemente contestada
c. 1475–1500[17]
O assalto a Arzila (cartão)
Cartões para tapeçarias
Atribuição fortemente contestada
c. 1475–1500[17]
A entrada em Tânger (cartão)
Cartões para tapeçarias
Atribuição fortemente contestada
c. 1475–1500[17]

Referências

  1. «Painel dos Frades». MatrizNet 
  2. «Painel dos Pescadores». MatrizNet 
  3. «Painel do Infante». MatrizNet 
  4. «Painel do Arcebispo». MatrizNet 
  5. «Painel dos Cavaleiros». MatrizNet 
  6. «Painel da Relíquia». MatrizNet 
  7. «São Vicente atado à coluna». MatrizNet 
  8. «São Vicente na Cruz em Aspa». MatrizNet 
  9. «Santo Franciscano». MatrizNet 
  10. «São Paulo». MatrizNet 
  11. «São Pedro». MatrizNet 
  12. «São Teotónio». MatrizNet 
  13. «Retrato de Santa Joana Princesa». MatrizNet 
  14. Christo, José António (19 de janeiro de 2015). «Santa Joana Princesa no Museu de Aveiro». Visita Guiada (RTP) 
  15. «Ecce Homo». MatrizNet 
  16. «Pintura». Museu Regional de Beja - Museu Rainha D. Leonor 
  17. a b c d Coelho, Alexandra Lucas (junho de 2010). «Registo dos feitos de D. Afonso V: As míticas Tapeçarias de Pastrana estão em Lisboa». Público