Lloyd Aéreo Boliviano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lloyd Aéreo Boliviano
IATA LB
ICAO LLB
Indicativo de chamada LLOYDAEREO
Fundada em 15 de setembro de 1925
Encerrou atividades em 2007
Principais centros
de operações
Aeroporto Internacional Viru Viru
Outros centros
de operações
Aeroporto Internacional de El Alto
Programa de milhagem Líder Club
Serviço VIP Elite CLAB
Aliança comercial Não possui
Frota 10
Destinos 25
Sede Cochabamba,  Bolívia
Pessoas importantes Fundador: Guillermo Kyllman
Sítio oficial http://labairlines.com.bo/

Lloyd Aéreo Boliviano, também conhecida como LAB Airlines, foi uma companhia aérea nacional da Bolívia, com sede em Cochabamba. Operava em rotas de passageiros e de carga com destinos nacionais e internacionais até ser extinta em 2007.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A empresa foi fundada em 15 de setembro de 1925 por Guillermo Kyllman. Seu primeiro avião foi um Junkers F-13, presenteado pela comunidade alemã na Bolívia. A empresa foi, nos anos 1990, incorporada à VASP Air Systems de Wagner Canhedo, cuja gestão deteriorou bastante a sua situação econômico-financeira.

A LAB operou seus voos ate o ano de 2007, quando detinha o monopolio estatal aéreo para as grandes rotas internacionais e regionais. Devido a problemas financeiros e ao crescimento de sua concorrente, a AeroSur, foi obrigada a encerrar suas atividades no ano de 2007.

Frota[editar | editar código-fonte]

Boeing 727 da LAB.

Sua frota era composta basicamente por Boeing 727. Possuía ainda um Fokker F-27, dois Boeing 737 e dois Boeing 767 para rotas internacionais.

Ressurgimento[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2012 os trabalhadores conseguem colocar a empresa em ordem e promover uma rápida reestruturação devido a convicção de que o LAB não estava em falência. Além da longa história da LAB, que dá força ao processo de recuperação da companhia aérea, o suporte de um patrimônio superior a US$ 650 milhões de dólares alavanca o LAB. Após a investigação de cinco anos, chega-se à conclusão que o LAB tem em seu favor a propriedade da áreas em 28 aeroportos no país, de acordo com o documento assinado em 1951 com o Estado boliviano, 27 aeroportos do país são reconhecidos como de benefício e propriedade do LAB.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.