Logicismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde Dezembro de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia

Logicismo é a tese que a matemática -- ou uma parte dela -- reduz-se à lógica -- ou a uma parte da lógica. Gottlob Frege foi um dos primeiros lógicos a defendê-la.(Independentemente, Richard Dedekind, em Was sind und was sollen die Zahlen?(1887), desenvolvia seu projeto, centrado na tese que 'aritmética é parte da lógica', e o 'conceito de número inteiramente independente das noções ou intuições do espaço e tempo.') Frede examinou , p.ex., nos Fundamentos da Aritmética (1884), como a lógica poderia estar na base de algumas verdades matemáticas -- precisamente aquelas da aritmética -- sem torná-las totalmente triviais. Bertrand Russell, com a colaboração de A.N.Whitehead, p.ex., em Principia Mathematica (1910-13; 1925-7), estendeu essas indagações, e suscitou mais algumas, para todas as verdades matemáticas.

O Logicismo de Frege[editar | editar código-fonte]

O Logicismo de Russell[editar | editar código-fonte]

O Logicismo Contemporâneo[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.