Louis Riboulet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Louis Riboulet
Nascimento 15 de janeiro de 1871
Saint-Alban-d'Ay
Morte 1944 (73 anos)
Cidadania França
Ocupação escritor, pedagogo, filósofo
Movimento estético Marista

Louis Riboulet (Saint-Alban-d'Ay, 15 de janeiro de 18711944) foi um pedagogo, pedagogista e professor de filosofia francês na Instituição Notre-Dame de Valbenoîte, autor de diversas obras versando sobre os métodos pedagógicos.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Riboulet fez seus primeiros estudos na escola dos Irmãos Maristas em sua terra natal. Em 1886 ingressa no seminário da mesma congregação religiosa em Saint-Genis-Laval e, três anos após, obtém o título de professor primário, através do exame do Estado. Atendendo a convite, vai, em janeiro de 1890, à América do Norte, onde permanece até 1914.

Magistério[editar | editar código-fonte]

De muito lhe valeram, para a sua formação pedagógica, as pesquisas e observações educacionais realizadas nesse período na cidade de Iberville, situada na região de Montérégie no Quebec, Canadá, e nos Estados Unidos. Aplicando-se intensamente aos estudos, diplomou-se no Institute of Scientific Study, da Universidade de Nova Iorque. Mobilizado, volta à França em 1914 e, anos mais tarde, retorna ao magistério, exercendo suas atividades no Colégio de Notre-Dame de Valbenoite, em Saint-Étienne. Em 1925 publicada em cinco volumes a História da Pedagogia (título original em francês, Historie de la Pédagogie), obra premiada pela Academia Francesa no ano seguinte. Seguiram-se Psychologie appliquée à l'Éducation, Rumo à Cultura (Conseils sur le Travail Intellectuel), Disciplina Preventiva (La Discipline Préventive et ses Éléments Essentiels) e Méthodologie Générale. Como trabalho póstumo, apareceu L'Eglise et l'Éducation de l'Ère Chrétienne au XIV Siècle. Várias de suas obras foram traduzidas para o português. Riboulet era contrário aos expedientes tradicionais de educação, vigentes à época, que incluíam punições físicas aos alunos que não tinham um bom desempenho escolar.[2]

Louis Riboulet ainda encontrou tempo para atuar como articulista em diversas e conceituadas revistas sobre educação, entre elas Bulletin des Études, Revue Catéchistique e Revue Belge de Pédagogie.

Obra[editar | editar código-fonte]

Em português
  • Rumo à Cultura
  • História da Pedagogia
  • Disciplina Preventiva
  • Manual de Psicologia Aplicada à Educação
  • Curso de Pedagogia Cristã
  • Diretrizes metodológicas: metodologia geral e particular
Em francês
  • Conseils sur le Travail Intellectuel: aux Étudiants et aux Jeunes Maîtres (Prefácio de F. Lavallée, Lyon, Livraria Católica Emmanuel Vitte, 1928, 278 pp.)[3]
  • Historie de la Pédagogie (Prefácio de André Baudrillart)
  • L'Eglise et l'Éducation de l'Ère Chrétienne au XIV Siècle
  • La Discipline Préventive et ses Éléments Essentiels
  • Manuel de Psychologie Appliquée à l'Éducation
  • Pédagogie Générale
  • Méthodologie Générale

Referências

  1. «Louis Riboulet». ecclesiae.com.br. Consultado em 23 de setembro de 2020 
  2. «Louis Riboulet- Frases Pensamentos e Citações de Louis Riboulet». dicocitations.lemonde.fr. Consultado em 23 de setembro de 2020 
  3. Riboulet, Louis (1935). Conseils Sur Le Travail Intellectuel (em francês). [S.l.]: Librairie Catholique Emmanuel Vitte 
  • AQUINO, Júlio Groppa. Da autoridade pedagógica à amizade intelectual: uma plataforma para o éthos docente. Cortez Editora, 2014.
  • BASTOS, Maria Helena Câmara. Um manual e suas diferentes apropriações: Noções de História da Educação de Theobaldo Miranda Santos (1945). PUC-RS/CNPq.
  • ERTZOGUE, Marina Haizenreder. Silenciar os inocentes: medidas punitivas para a recuperação de menores em estabelecimentos disciplinares mantidos pelo Estado (1945-1964). Centro Universitário de Porto Nacional - UNITINS [1].
  • RIBOULET, Louis. Trad. Maurice Teisseire e Antônio da Fraga. Rumo à Cultura. Rio de Janeiro: Globo, 1946.
  • RIBOULET, Louis. História da pedagogia. Trad. Justino Mendes. São Paulo: FTD, 1951. Obra premiada pela Academia Francesa.
  • RIBOULET, Louis. Trad. Mário Bachelet. Disciplina preventiva. 3. ed. São Paulo: FTD, 1963.
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Louis Riboulet