Louise Ritter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Louise Ritter
campeã olímpica
Atletismo
Modalidade salto em altura
Nascimento 18 de fevereiro de 1958 (60 anos)
Dallas, Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos norte-americana
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Seul 1988 salto em altura
Campeonatos Mundiais
Bronze Helsinque 1983 salto em altura
Jogos Pan-Americanos
Ouro San Juan 1979 salto em altura

Louise Dorothy Ritter (Dallas, 18 de fevereiro de 1958) é uma ex-atleta e campeã olímpica norte-americana especializada no salto em altura.

Aos 13 anos chamou a atenção por saltar 1,73 m numa competição infantil local no Texas. [1]Aos 20, foi campeã nacional americana pela primeira vez e aos 21 ganhou sua primeira competição importante a nível internacional, a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1979, em Porto Rico.[2]

Não competiu em Moscou 1980 por causa do boicote americano aos Jogos, apesar de ter vencido a seletiva americana, e no inaugural Campeonato Mundial de Atletismo em Helsinque 1983, ficou com a medalha de bronze.[3] Em 1984 ganhou novamente a seletiva americana mas conseguiu apenas o oitavo lugar em Los Angeles 1984.[4] No ciclo olímpico seguinte conseguiria apenas mais um oitavo lugar no Mundial de Roma 1987,[5] até seu grande momento na carreira, Seul 1988, e o grande duelo mano-a-mano com a búlgara Stefka Kostadinova, o maior nome desta prova na história dela, campeã europeia, campeã mundial e recordista mundial – até hoje – do salto em altura.[6]

Seul 1988[editar | editar código-fonte]

Na final dos Jogos Olímpicos de Seul, com a barra em 1,93 m, as doze atletas finalistas estavam reduzidas a sete: duas búlgaras, duas soviéticas, uma romena, uma australiana e Ritter. Quando a barra subiu para 1,95 m sobraram apenas Ritter, Kostadinova e as duas soviéticas, uma delas Tamara Bykova, campeã mundial em Helsinque 1983, onde Ritter tinha conquistado apenas o bronze. Ela então comentou com a australiana Christine Stanton já eliminada: "Sou eu contra as comunistas".[1]

Bykova conseguiu saltar até a marca de 1,99 e a partir daí o duelo era apenas entre Ritter e Kostadinova. Até então as duas tinham saltado seis vezes e passado de primeira nas seis vezes durante a progressão das alturas; as duas saltaram 2,01 m de primeira e a barra subiu para 2,03 m, uma altura que se ultrapassada seria o novo recorde olímpico. As três falharam nas três tentativas de superá-la e terminaram a disputa empatadas, sendo necessário um salto a mais ou quantos fossem necessários para decidirem o ouro. Kostadinova era a recordista mundial com a marca de 2,09 m e Ritter só havia saltado 2,03 m uma única vez.[6] Foi feito um sorteio de ordem do salto de desempate e Kostadinova deveria ser a primeira; caso as duas superassem a marca ou ambas falhassem, a altura seria mudada para baixo ou para cima de acordo com uma fórmula.

Kostadinova saltou e fez algo que não era comum para ela, falhou de novo, computando quatro tentativas seguidas frustadas de saltar 2,03 m. Ritter então disse a si mesmo que seria sua última chance, pois Kostadinova não erraria novamente. Foi para sua última tentativa, saltou, roçou na barra que se mexeu no apoio, mas não caiu. Ritter era a nova campeã olímpica, a primeira americana a ter o título desde Mildred McDaniel em Melbourne 1956.[1]

Apenas três atletas já havam saltado mais alto em suas carreiras que Ritter com sua marca olímpica de 2,03 m: a própria Kostadinova, a soviética Bykova (2,05) e a búlgara Ludmilla Andonova (2,07), e ela derrotou as três naquele dia em Seul.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Litsky, Frank. «THE SEOUL OLYMPICS; Last Jump Goes Ritter's Way». The New York Times. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  2. «Pan-american Games». gbrathletics.com. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  3. «Women High Jump World Championship Helsinki 1983». todor66.com. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  4. «Athletics at the 1984 Los Angeles Summer Games: Women's High Jump». sportsreference. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  5. «Women High Jump World Championship Rome (ITA) 1987». todor66.com. Consultado em 2 de dezembro de 2014 
  6. a b «HIGH JUMP - WOMEN - SENIOR - OUTDOOR». IAAF. Consultado em 2 de dezembro de 2014