Luis Ernesto Suárez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Luis Ernesto Suárez (29 de janeiro de 195221 de junho de 2005) foi um futebolista argentino[1].

É um dos maiores ídolos da história do Independiente, onde jogou 83 partidas entre 1961 e 1965. Veio do pequeno Banfield, onde é seu terceiro maior artilheiro. Já no Rojo, o atacante teve seu lance mais lembrado em 1964, pelas semifinais da Libertadores do ano, que o clube posteriormente conquistaria. Naquela fase, os diablos enfrentaram o detentor dos dois títulos anteriores, o Santos de Pelé, vencendo ambos os jogos. O realizado no Brasil começou com vitória parcial de 2 x 0 dos brasileiros, que perderiam de virada no Maracanã com Suárez marcando o gol da vitória.[2]

Conquistou também a Libertadores seguinte. Antes, já havia chegado a atuar pela Argentina em cinco amistosos prévios à Copa do Mundo de 1962, mas acabou não convocado ao mundial. Encerrou a carreira no futebol chileno.[2]

Referências

  1. Murió Luis Súarez, un goleador de raza
  2. a b POMATO, Alberto (abril de 2011). Luis Suárez. El Gráfico Especial n. 29 - "100 Ídolos de Independiente". Revistas Deportivas, p. 56