Saltar para o conteúdo

Lynn Conway

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lynn Conway
Lynn Conway
Lynn Conway em 2006
Nascimento 2 de janeiro de 1938
Nova York,
Estados Unidos
Morte 9 de junho de 2024 (87 anos)
Jackson, Estados Unidos
Nacionalidade norte-americana
Prêmios Prêmio Pioneiro da Computação (2009), Prêmio Maxwell IEEE (2015)
Campo(s) Ciência da computação

Lynn Ann Conway (Mount Vernon,[1] 2 de janeiro de 1938Jackson, 9 de junho de 2024)[2][3] foi uma cientista da computação, engenheira elétrica, inventora e ativista transgénero estadunidense.[4]

Trabalhou na IBM na década de 1960 e inventou o gerenciamento de instruções dinâmicas generalizadas, um avanço fundamental usado na execução fora de ordem, utilizada pela maioria dos processadores de computador modernos para melhorar o desempenho. Também iniciou a revolução Mead-Conway no design de chips VLSI, que se espalhou rapidamente pelas universidades de pesquisa e indústrias de computação durante os anos 1980, incubando uma indústria emergente de automação de design eletrônico, originando a infraestrutura moderna de "fábricas" para design e produção de chips, e desencadeando um frenesi de startups de alta tecnologia impactantes nas décadas de 1980 e 1990.[5][6][7][8][9][10]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na década de 1960, Lynn Conway trabalhou para a IBM e a ela foi creditada a invenção do gerenciamento de instruções dinâmicas generalizadas, um avanço fundamental usado na execução fora de ordem, utilizada pela maioria dos processadores de computador modernos para melhorar o desempenho.[11] Lynn foi despedida de lá em 1968, após revelar que planejava fazer a transição de gênero. Ela então foi acompanhada por Harry Benjamin, pioneiro no tratamento da transexualidade.[11] Anteriormente, no fim dos anos 1950, Lynn havia feito outra tentativa de transição, que falhou em virtude do ambiente médico pouco favorável na época.[nota 1]

Depois da demissão de seu emprego na IBM e da perda do acesso a seus filhos, ela recomeçou sua carreira do zero já como mulher, trabalhando como programadora. Entrou então na Xerox em 1973,[11] onde trabalhou no desenvolvimento do VLSI. Com Carver Mead foi coautora da introdução aos sistemas VLSI, um trabalho revolucionário que logo se tornaria referência.[12]

No começo dos anos de 1980, Lynn trabalhou para a DARPA na área de computação estratégica, e então, em 1985, tornou-se professora na Universidade do Michigan.[11] Já em 1989, foi eleita para a Academia Nacional de Engenharia dos Estados Unidos por suas descobertas sobre o funcionamento do VLSI.[12]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 1987, Conway conheceu seu marido Charles "Charlie" Rogers, um engenheiro profissional que compartilhava seu interesse pelo ar livre, incluindo canoagem de águas brancas e corridas de motocross.[13] Eles logo começaram a morar juntos e compraram uma casa com 24 acres (9,7 ha) de prado, pântano e floresta na zona rural de Michigan em 1994. Eles se casaram em 13 de agosto de 2002.[14]  Em 2014, a revista The Michigan Engineer da Universidade de Michigan documentou as conexões entre as explorações de engenharia de Conway e as aventuras em sua vida pessoal.[15][16]

Lynn morreu no dia 9 de junho de 2024, aos 87 anos.[17]

Prêmios e honras[editar | editar código-fonte]

Conway recebeu diversos prêmios, honras e homenagens durante sua vida.

Publicações selecionadas[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. antes de transicionar, Lynn casou-se com outra mulher e teve dois filhos.[carece de fontes?]

Referências

  1. Saari, Peggy; Allison, Stephen; Ellavich, Marie C. (1996). Scientists: A-F (em inglês). [S.l.]: U-X-L. ISBN 978-0-7876-0960-3 
  2. Lee, John A. N. (1995). International Biographical Dictionary of Computer Pioneers. [S.l.]: Fitzroy Dearborn. ISBN 1-884964-47-8 
  3. «Computer Pioneers - Lynn Conway». IEEE. Consultado em 10 de novembro de 2014. Arquivado do original em 10 de novembro de 2014 
  4. «21 Transgender People Who Influenced American Culture». Time. 29 de maio de 2014 
  5. Smotherman, Mark. «IBM Advanced Computing Systems (ACS) – 1961–1969» 
  6. "Lynn Conway: 2009 Computer Pioneer Award Recipient" Arquivado em 2015-01-03 no Wayback Machine, IEEE Computer Society, 20 de janeiro de 2010.
  7. "IEEE Computer Society Video: Lynn Conway receives 2009 IEEE Computer Society Computer Pioneer Award" no YouTube, 30 de julho de 2010.
  8. "Event: IBM ACS System: A Pioneering Supercomputer Project of the 1960s", Computer History Museum, 18 de fevereiro de 2010.
  9. "Computer History Museum Events: IBM ACS System: A Pioneering Supercomputer Project of the 1960s" Arquivado em 2012-09-28 no Wayback Machine, Computer History Museum, 18 de fevereiro de 2010.
  10. "Historical Reflections: IBM's Single-Processor Supercomputer Efforts – Insights on the pioneering IBM Stretch and ACS projects" by M. Smotherman and D. Spicer, Communications of the ACM, Vol. 53, No. 12, dezembro de 2010, pp. 28–30.
  11. a b c d Claudia Wonder (2008). Olhares de Claudia Wonder: crôncias e outras histórias. [S.l.]: Grupo Editorial Summus. p. 19. 181 páginas. ISBN 9788586755477 
  12. a b «Lynn Conway - If you want to change the future, start living as if you're already there - YouTube». web.archive.org. 6 de junho de 2024. Consultado em 30 de junho de 2024 
  13. Forman, Ross (September 18, 2013) "Transgender pioneer reflects on sports past" Arquivado em 2014-11-06 no Wayback Machine. Windy City Times.
  14. «A Wedding Trip to Mackinac Island». 2002. Cópia arquivada em 28 de setembro de 2002 
  15. Nicole Casal Moore,"Life, Engineered: How Lynn Conway reinvented her world and ours Arquivado em 2024-05-11 no Wayback Machine The Michigan Engineer, College of Engineering, University of Michigan, Fall 2014, pp. 42–49.
  16. Marcin Szczepanski and Evan Dougherty,"A Place to Be Wild Arquivado em 2016-08-19 no Wayback Machine," Michigan Engineering, October 8, 2014.
  17. «Lynn Conway, leading computer scientist and transgender pioneer, dies at 86». Los Angeles Times (em inglês). 12 de junho de 2024. Consultado em 12 de junho de 2024 
  18. "The 1981 Achievement Award – Lynn Conway, Carver Mead" by Martin Marshall, Larry Waller, and Howard Wolff, Electronics, October 20, 1981
  19. «The Harold Pender Award». Penn Engineering. Arquivado do original em 5 de julho de 2008 
  20. «IEEE EAB Major Educational Innovation Award, 1984». Ieee.org. Arquivado do original em 12 de fevereiro de 2008 
  21. «IEEE - Fellows - C». Ieee.org. Arquivado do original em 6 de julho de 2008 
  22. "Franklin Institute honors eight physicists", Physics Today, July 1985.
Wikiquote
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Lynn Conway

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.