Majid Majidi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Majid Majidi
Nascimento 17 de abril de 1959 (61 anos)
Teerã,  Irão
Ocupação Diretor de cinema, produtor e roteirista
Outros prêmios
Golfinho de Ouro do Festróia
1997

Majid Majidi (Teerã, 17 de Abril de 1959) é um diretor de cinema, produtor e roteirista iraniano reconhecido internacionalmente.[1]

Nasceu no Irã, filho de pais de classe média. Cresceu no Teerã e, com 14 anos, começou a atuar em teatros amadores. Mais tarde ele estudou no Instituto de Artes Dramáticas, também no Teerã.

Em 1998, Majidi foi o único diretor a ser indicado para o prêmio da Academia para melhor filme em língua estrangeira, com o filme Filhos do Paraíso,[2] de 1998. Entretanto ele perdeu o Oscar para o filme A Vida É Bela, de Roberto Benigni.

Majidi também dirigiu outros grandes filmes como Baran (2001) e O Pai (1996).

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano
Título
2008 Avaze gonjeshk-ha
2005 Beed-e majnoon
2001 Baran
1999 Rang-e Khoda
1997 Bacheha-Ye aseman
1996 Pedar
1995 Khoda miad
1993 Akhareen abadeh
1992 Baduk
1989 Yek rooz zendegi ba aseer
1988 Ruz-e emtehan
1984 Hoodaj
1981 Enfejar

Referências

  1. «Majid Majidi». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 6 de dezembro de 2020 
  2. José Geraldo Couto. «'Filhos do Paraíso': Majid Majidi faz retrato da infância urbana no Irã». Ilustrada. Folha de S.Paulo. Consultado em 6 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cineasta é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.