Mamoplastia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2016)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Mamoplastia de aumento, com adição de prótese de solução fisiológica.

Mamoplastia é o nome dado à cirurgia plástica feita nas mamas humanas, podendo ser de aumento, quando acrescenta-se materiais como o silicone, ou de redução, quando o médico retira parte do tecido mamário para reduzir seu volume. Porém, nos últimos anos, muitos cirurgiões estão utilizando próteses de silicone mesmo em casos de redução de mamas, pois o objetivo seria melhorar a consistência e a firmeza. Pode-se por exemplo reduzir 400g de tecido mamário e acrescentar 200ml de silicone. Como o volume das mamas diminui, poderíamos chamar de mamoplastia redutora. Mas como foi utilizado implante de silicone, que originalmente seria para aumento mamário, a diferenciação entre mamoplastia redutora e mamoplastia de aumento tem gerado confusão, sendo mais adequado usar apenas o termo mamoplastia para todas as intervenções nas mamas, especificando com ou sem prótese.

Mamoplastia de aumento[editar | editar código-fonte]

A mamoplastia de aumento é realizada com implantes mamários, de silicone ou salinos (soro fisiológico), e estes podem ser introduzidos na frente ou atrás do músculo peitoral maior. Os locais por onde se colocam os implantes são: periareolar inferior, sulco inframamário, vertical da mama, transareolopapilar (Ivo Pitanguy), axilar e pelo umbigo.

O tamanho ideal da prótese é diferente para cada mulher, por isso devem ser analisadas características físicas individuais e expectativas em relação ao resultado. A escolha da prótese ideal para você será feita junto ao seu cirurgião plástico, que avaliará fatores como altura, qualidade da pele, largura do tórax e estilo de vida.

Apesar de parecer uma cirurgia complexa, quando realizado com uma equipe de especialistas competentes, colocar silicone pode ser algo simples e com um rápido pós-operatório.[1]

A cirurgia de inserção de prótese de silicone é considerada um procedimento de pequeno porte e curta duração que pode ser realizada tanto em ambiente hospitalar quanto em clínicas especializadas. Essas cirurgias devem ser feitas em ambiente clínico com toda infraestrutura e equipamentos obrigatórios oferecendo segurança, conforto e tranquilidade para os pacientes.[1]

Duração do procedimento cirúrgico[editar | editar código-fonte]

A mamoplastia de aumento é uma cirurgia rápida e tranquila. De modo geral, ela pode durar de 60 a 90 minutos.[1]

Pós-operatório[editar | editar código-fonte]

O pós-operatório da mamoplastia de aumento não costuma ter grandes complicações.

As pacientes que passam pelo procedimento recebem alta após 6 horas do fim da cirurgia, podendo inclusive sair para jantar na mesma noite em que realizarem a sua mamoplastia de aumento.[1]

Mamoplastia redutora[editar | editar código-fonte]

Consiste em diminuição cirúrgica do volume e peso das mamas, diminuindo os sintomas como dor nas costas, peso nos ombros, marcas profundas de soutien e letargia. Existem várias técnicas, sendo as mais utilizadas a em T invertido, em L e a periareolar. A técnica vertical normalmente é reservada para retirar pequenos volumes das mamas, diminuindo a flacidez, e é denominada de mastopexia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]