Manipulação psicológica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Manipulação psicológica é um tipo de influência social que visa mudar a percepção ou o comportamento de outras pessoas através de táticas desleais, enganosas ou mesmo abusivas. Para alcançar seus interesses, muitas vezes em detrimento dos outros, o manipulador usa métodos que poderiam ser considerados exploradores, abusivos, desonestos e enganosos. A influência social não é necessariamente negativo. Por exemplo, os médicos podem tentar convencer os pacientes a mudar hábitos pouco saudáveis. A influência social é geralmente considerada inofensiva quando se respeita o direito do influenciado a aceitar ou rejeitar. Dependendo do contexto e as motivações, a influência social pode constituir uma manipulação dissimulada.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Braiker, Harriet B. (2004). Whos Pulling Your Strings ? How to Break The Cycle of Manipulation. [S.l.: s.n.] ISBN 0-07-144672-9 
Ícone de esboço Este artigo sobre psicologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.