Manoel Solon Rodrigues Pinheiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2014). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Manoel Solon Rodrigues Pinheiro
Nascimento 30 de julho de 1864
Solonópole
Morte 24 de janeiro de 1917 (52 anos)
Cidadania Brasil
Alma mater Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pernambuco
Ocupação jornalista, político, advogado
Empregador Instituto Benjamin Constant

Manuel Solon Rodrigues Pinheiro (Solonópole, 30 de julho de 1864Ceara-Brasil, 24 de janeiro de 1917) foi um jornalista, político e advogado brasilleiro.

Primogênito de Raimundo Pinheiro de Melo e Quitéria Correia Nogueira Pinheiro, nasceu na Fazenda Monte-Mor. Teve 15 irmãos: Brígida, Perpétua, Leopoldo (falecido quando era criança), Elvira, Leopoldo, Fenelon, Almino (falecido quando era criança), Dulcinea, Almino, Carlota, Maria Ambrosina, Julieta, Alboína, Raimundo e Rósio.

Formou-se em Ciências Jurídicas e Sociais no Recife em 28 de novembro de 1888. Ainda estudante, em Fortaleza, foi membro da sociedade abolicionista como primeiro secretário da Libertadora Estudantil.

Foi deputado provincial do Ceará de 1888 a 1889. Em 1891 foi membro da Assembléia Constituinte da República. Foi novamente eleito, agora para o cargo de deputado federal, no período de 1896 a 1899, pelo Partido Democrata Cearense.

Foi jornalista em Fortaleza, escrevendo e dirigindo o jornal O Estado, além de escrever artigos para A Constituição, O Ceará, O Estado, Unitário, e em Manaus, para os jornais A Pátria e Jornal do Comércio. Foi também diretor do Instituto Benjamin Constant, de 1901 a 1903, em Manaus.

Casou-se no ano de 1905, em Manaus, com Rosa Pereira da Silva, com quem teve cinco filhos: Manuel Sólon, Raimundo César, Agesislau, Rui e Adelaide. Está sepultado em Manaus.

O município de Cachoeira, no estado do Ceará, onde nasceu, teve seu nome mudado em 1943 para Solonópole, em sua homenagem.

Referências