Maria Carta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Maria Carta
Ordem do Mérito da República Italiana
Informação geral
Nascimento 24 de junho de 1934
País  Itália
Género(s) Folk
Período em atividade 1970 - 1994
Outras ocupações atriz
Página oficial [1]

Maria Carta (Siligo, 24 de junho de 1934Roma, 22 de setembro de 1994) foi uma cantora e atriz Itáliana, ao longo de sua carreira, ele traçou os vários aspectos da música tradicional da Sardenha, principalmente do Cantu a chiterra (canto tradicional com a guitarra da Sardenha), o repertório popular de canções religiosas tradicionais e canções de ninar e cantos gregorianos, muitas vezes, atualizando-os com arranjos modernos e pessoal. Ele também fez várias aparições como atriz em vários filmes, às vezes como protagonista.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1971:Sardegna canta
  • 1971:Paradiso in Re
  • 1974:Delirio. In s'amena campagna dilliriende
  • 1974:Dies Irae
  • 1974:Ave Maria
  • 1978:Umbras
  • 1981: Sonos 'e memoria
  • 1992: Chelu e mare
  • 1993: Muttos ‘e amore
  • 1993: Trallallera
  • 2012 - Il Recital di Maria Carta e Amalia Rodriguez com Amália Rodrigues[1] (álbum ao vivo) Gravação de um concerto realizado em Roma em 1972.

Filmografia parcial[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma cantora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.