Maria Francisca de Sulzbach

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Maria Francisca
Condessa Palatina de Zweibrücken
Condessa Palatina de Sulzbach
Maria Francisca
Cônjuge Frederico Miguel, Conde Palatino de Zweibrücken
Descendência Carlos II Augusto, Duque de Zweibrücken
Clemente Augusto do Palatinado-Zweibrücken
Amália do Palatinado-Zweibrücken
Maria Ana do Palatinado-Zweibrücken
Maximiliano I José da Baviera
Karl Friedrich Stephan
Casa Wittelsbach
Nome completo
em alemão: Maria Franziska Dorothea Christina von Pfalz-Sulzbach
Nascimento 15 de junho de 1724
  Schwetzingen, Baden-Württemberg
Morte 15 de novembro de 1794 (70 anos)
  Sulzbach-Rosenberg, Baviera
Pai José Carlos, Conde Palatino de Sulzbach
Mãe Isabel Augusta Sofia do Palatinado-Neuburgo

Maria Francisca Doroteia Cristina de Sulzbach (15 de Junho de 172415 de Novembro de 1794), foi uma condessa do Palatinado-Sulzbach e membro da Casa de Wittelsbach por nascimento e, por casamento, foi condessa do Palatinado e duquesa de Zweibrücken-Birkenfeld.

Nascida em Schwetzingen, era a quinta filha de José Carlos, Conde Palatino de Sulzbach e da condessa Isabel Augusta Sofia do Palatinado-Neuburgo. Entre os seus seis irmãos, apenas ela e duas irmãs mais velhas chegaram à idade adulta: Isabel Augusta e Maria Ana.

Vida[editar | editar código-fonte]

O seu pai era o sucessor designado do seu sogro, Carlos III Filipe, Eleitor Palatino, mas nunca chegou a subir ao trono, uma vez que morreu novo em 1729. A irmã mais velha de Maria Francisca, Isabel Augusta, acabaria por se casar com o herdeiro seguinte do Palatinado, Carlos Teodoro, Príncipe-Eleitor da Bavaria.

Após a morte de Carlos Teodoro em 1799 sem deixar descendentes legítimos, o Palatinado e a Baviera foram herdados pelo filho mais novo de Maria Francisca, Maximiliano IV José (depois rei Maximiliano I da Baviera); assim, Maria Francisca tornou-se antepassada dos reis da Baviera até 1918 e, depois, do ramo da Casa de Wittelbach que ainda sobrevive até hoje.

A 6 de Fevereiro de 1746, Maria Francisca casou-se com Frederico Miguel, Conde Palatino de Zweibrücken-Birkenfeld. Depois de dar à luz cinco filhos, a sua relação com o marido começou a esmorecer a partir de 1760.

Segundo a própria, Francisca foi seduzida pelo mau exemplo da corte e teve um caso amoroso com um actor de Mannheim. Quando engravidou dele, foi expulsa da corte. Em Estrasburgo deu à luz um filho e, depois, foi condenada a um estado de quase prisão numa série de conventos, primeiro no das Irmãs Ursulinas em Metz e depois no das Irmãs Augustinianas em Bonnevoye no ducado de Luxemburgo. Quando o seu marido morreu em 1767, Maria Francisca recebeu permissão para regressar ao Castelo de Sulzbach.

Maria Francisca morreu em Sulzbach e foi sepultada na igreja paroquial local. O seu coração foi enterrado em separado e, desde 1983, encontra-se no Altar de Nossa Senhora Altötting.

Descendência[editar | editar código-fonte]

  1. Carlos II Augusto, Duque de Zweibrücken (29 de Outubro de 1746 – 1 de Abril de 1795), casado com a princesa Maria Amália da Saxónia; sem descendência.
  2. Clemente Augusto do Palatinado-Zweibrücken (18 de Setembro de 1749 – 19 de Junho de 1750), morreu com nove meses de idade
  3. Amália do Palatinado-Zweibrücken (10 de Maio de 1752 – 15 de Novembro de 1828), casada com o rei Frederico Augusto I da Saxónia; com descendência.
  4. Maria Ana do Palatinado-Zweibrücken  (18 de Julho de 1753 – 4 de Fevereiro de 1824), casada com o duque Guilherme da Baviera; com descendência.
  5. Maximiliano I José da Baviera (27 de Maio de 1756 – 13 de Outurbro de 1825), rei da Baviera entre 1799 e 1806. Casou-se primeiro com a princesa Augusta Guilhermina de Hesse-Darmstadt; com descendência. Casou-se depois com a princesa Carolina de Baden; com descendência.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Maria Francisca de Sulzbach em três gerações[1]
Maria Francisca de Sulzbach Pai:
José Carlos, Conde Palatino de Sulzbach
Avô paterno:
Teodoro Eustácio, Conde Palatino de Sulzbach
Bisavô paterno:
Cristiano Augusto, Conde Palatino de Sulzbach
Bisavó paterna:
Amália de Nassau-Siegen
Avó paterna:
Maria Leonor de Hesse-Rotemburgo
Bisavô paterno:
Guilherme, Marquês de Hesse-Rotemburgo
Bisavó paterna:
Maria Ana de Lowenstein-Wertheim
Mãe:
Isabel Augusta Sofia do Palatinado-Neuburgo
Avô materno:
Carlos III Filipe, Eleitor Palatino
Bisavô materno:
Filipe Guilherme, Eleitor Palatino
Bisavó materna:
Isabel Amália de Hesse-Darmstadt
Avó materna:
Luísa Carolina Radziwiłł
Bisavô materno:
Boguslau Radziwiłł
Bisavó materna:
Ana Maria Radziwiłł
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria Francisca de Sulzbach

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • thePeerage.com
  • Oskar Klausner: Die Familienzweige der pfälzischen Wittelsbacher. Die ersten Wittelsbacher, die Kurlinie, die Seitenlinien. Editorial Schimper, Heidelberg 1995.
  • Karl Weich: Mannheim - das neue Jerusalem. Die Jesuiten in Mannheim 1720–1773. Palatium-Editorial, Mannheim 1997, p. 142, 151.
  • «- Person Page 10565». thepeerage.com. Consultado em 16 de março de 2016.