Carlos Teodoro da Baviera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carlos Teodoro

Carlos Teodoro, Príncipe-Eleitor, Conde Palatino e Duque da Baviera (Bruxelas, dezembro de 1724Munique, 16 de fevereiro de 1799) foi o príncipe-eleitor e conde do Palatinado a partir de 1742, e duque de Jülich e Berg a partir de 1742 e também príncipe-eleitor e duque da Baviera de 1777 até sua morte.

Em 22 de junho de 1784, advertiu sobre o perigo representado pelos Illuminati, e aprovou um decreto contra a sociedade Bávara.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Carlos Teodoro casou duas vezes:

  • a primeira, em 17 de janeiro de 1742, em Mannheim, casou com Isabel Augusta, filha do Conde Palatino José Carlos, herdeiro do Palatinado-Sulzbach, e de Isabel Augusta do Palatinado-Neuburgo. Deste casamento nasceu um filho:
    • Francisco Luís José (1762), morto na infância.


Precedido por
João Cristiano
Armoiries comtes palatins de Soulzbach.svg
Duque do Palatinado-Sulzbach

1733–1742
Sucedido por
( reintegrado no
Palatinado-Neuburgo )
Precedido por
Carlos III Filipe
Armoiries électeurs palatins de Neubourg.svg
Eleitor Palatino
Duque do Palatinado-Neuburgo
Duque de Julich e de Berg

1742–1799
Sucedido por
Maximiliano IV José
Precedido por
Maximiliano III José
COA family de Kurpfalz.svg
Eleitor da Baviera

1777–1799
Sucedido por
Maximiliano IV José
Precedido por
Maria Henriqueta
de La Tour d'Auvergne
Marquês de Bergen op Zoom
1742-1795
Sucedido por
( integrado na
República Batava )



O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carlos Teodoro da Baviera
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.