Marie Van Brittan Brown

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Marie Van Brittan Brown (Queens, 30 de outubro de 1922 — 2 de fevereiro de 1999) foi uma inventora estado-unidense que inventou o sistema de segurança doméstico (número da patente: 3,482,037) em 1966, junto com seu marido Albert Brown. A patente foi dada em 1969. Brown nasceu no distrito de Queens, Nova York; ela morreu com 76 anos.

O sistema de Brown tinha um conjunto de quatro olhos-mágicos e uma câmera que podia subir e descer para olhar em cada um deles. Qualquer coisa que a câmera filmasse apareceria em um monitor. Além disso, o residente poderia destravar a porta via controle remoto. Embora o sistema tenha sido desenvolvido para uso doméstico, muitos negócios começaram a adotá-lo devido à sua efetividade. Pela sua invenção, ela recebeu um prêmio da National Science Committee. [1]

O sistema incluía um dispositivo que permitia o dono da casa usar o televisor para ver a pessoa na porta e ouvir a sua voz.[2] Brown disse que a inspiração para criar o sistema foi a grande demora da polícia para chegar depois de ter sido chamada pelos residentes.[1]

Referências

  1. a b «Inventor Marie Van Brittan Brown born» (em inglês). African American Registry. Consultado em 29 de abril de 2016 
  2. Webster, Raymond B. (1999). African American firsts in science & technology (em inglês). Detroit: Gale. p. 127. ISBN 0787638765 

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Social Security Death Index
  • United States Patent and Trademark Office
  • Sullivan, Otha Richard (2001). Haskins, Jim, ed. Black Stars: African American Women Scientists and Inventors (em inglês). Detroit: Jossey-Bass. ISBN 0-471-38707-X 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.