Marilyn Strathern

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Marilyn Strathern
DBE
Nascimento Ann Marilyn Evans
6 de março de 1941 (76 anos)
Bromley, Grande Londres
Nacionalidade Reino Unido britânica
Alma mater Girton College, Cambridge
Orientador(es) Paula Brown Glick
Esther N. Goody
Instituições Girton College, Cambridge
Trinity College, Cambridge
Universidade Columbia
Universidade da Califórnia em Berkeley
Universidade de Manchester
Campo(s) Antropologia social
Tese Women's status in the Mount Hagen area: a study of marital relations and court disputes among the Melpa-speaking people, New Guinea (1969)

Marilyn Strathern DBE (6 de março de 1941, Bromley Kent, Reino Unido). Formada em antropologia social no Girton College.Foi a primeira antropóloga britânica a ser agraciada com o título de Dame, um equivalente aos títulos de Sir que existem na antropologia. Dedicou boa parte de sua vida aos estudos melanésios, realizando pesquisa de campo particularmente com os Hagen. Autora de diversos livros de grande importância tanto para os estudos em Antropologia Social quanto para os Estudos de Gênero. Dentre eles um trabalho pioneiro para antropologia feminista é o Women in between (1972). Atualmente é professora de antropologia na Universidade de Cambridge, Inglaterra. [1]

Referências

  1. STRATHERN, Marilyn. O Gênero da Dádiva, Editora Unicamp 2006
Ícone de esboço Este artigo sobre antropologia ou um antropólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.