Marinus van Reymerswaele

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O contador e sua mulher (1539)
Dois coletores de impostos (c. 1540)
São Jerônimo em seus estudos (1541)
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Marinus van Reymerswaele

Marinus Claeszoon van Reymerswaele (Reimerswaal, Países Baixos, c. 1490 - Goes, c. 1567[1]) foi um pintor neerlandês.

Vida[editar | editar código-fonte]

Filho também de um pintor,[2] Marinus trabalhou na Zelândia de 1533 a 1545 e é, por isso, nomeado muitas vezes "Marinus de Seeu" ("da Zelândia"). Estudou na Universidade Católica de Louvain em 1504 e aprendeu o ofício de pintor com um pintor de vidro na Antuérpia em 1509.[2]

Muitas pinturas de coletores de impostos são atribuídas erroneamente a Marinus. Seus temas eram populares no século XVI e suas pinturas foram copiadas diversas vezes. Seu nome é conhecido de um pequeno número de paineis assinados, normalmente caricaturas influenciadas pelo estilo de Da Vinci.[1] Várias outras pinturas são atribuídas a Marinus pelas semelhanças de seu estilo satírico. Seu portifólio consiste em um número relativamente pequeno de temas apenas, a maioria adaptada de Quentin Matsys ou Albrecht Dürer:[1]

  • O contador e sua esposa
  • Dois coletores de impostos
  • O escritório do advogado
  • São Jerônimo em seus estudos
  • O chamado de Mateus

Marinus foi expulso de Midelburgo um ano depois do final de sua produção artística[2] , em 1567, mesmo ano em que morreu.

Obra[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Emil Krén. «REYMERSWALE, Marinus van». Web Gallery of Art. Consultado em 5 de dezembro de 2011 
  2. a b c The National Gallery. «Marinus van Reymerswaele». Prefeitura de Londres. Consultado em 5 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2012 
  3. Emil Krén. «Gallery for REYMERSWAELE, Marinus van». Web Gallery of Art. Consultado em 5 de dezembro de 2011