Marvin Harris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Marvin Harris
Nascimento 18 de agosto de 1927
Brooklyn
Morte 25 de outubro de 2001 (74 anos)
Gainesville
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade Columbia
Ocupação antropólogo, professor universitário, sociólogo
Empregador Universidade da Flórida, Universidade Columbia

Marvin Harris (Brooklyn, 18 de agosto de 1927 - Gainesville, 25 de outubro de 2001) foi um antropólogo dos Estados Unidos, principal teórico do "materialismo cultural". Entre as influências de seu trabalho pode-se incluir a repercussão na teoria do comportamento e na antropologia cultural

Realizou diversos estudos sobre a temática étnico-racial na África, Índia e América do Sul (inclusive no Brasil), sua obra inclui dezenove livros, onde também discorre sobre alimentação.

Hipodescendência[editar | editar código-fonte]

É de Marvin Harris o termo hipodescendência, conceito em que indivíduos miscigenados: "a criança das uniões inter-étnicas/raciais pertence a raça/etnia considerada biológica ou socialmente inferior".

Tal observação já ter sido notada antes por teóricos do racismo científico, como Madison Grant quando disse que "o cruzamento entre um branco e um indio é um indio; o cruzamento entre um branco e um negro é um negro; o cruzamento entre um branco e um hindu é um hindu; e o cruzamento entre alguém de raça européia e um judeu é um judeu." (Grant, The Passing of the Great Race, 1916) situação histórica e culturalmente utilizada em todos os antigos sistemas escravistas e segregadores, também relacionado ao conceito racialista norte-americano conhecido como "One Drop rule", onde o indivíduo que tem "uma gota de sangue" não-branco (1/8 qualquer ascendentes até os bisavós) ou (1/16 qualquer ascendente até os tetravós) é considerado não-branco e pertencente ao grupo étnico considerado inferior.

Livros de Marvin Harris em português[editar | editar código-fonte]

  • Padrões Raciais Nas Américas. RJ, Civilização Brasileira, 1967
  • A Natureza das Coisas Culturais RJ, Civilização Brasileira, 1968
  • Vacas, Porcos, Guerras e Bruxas: os Enigmas da Cultura. RJ, Civilização Brasileira, 1978
  • Canibais e Reis. PT, Edições 70, 1990

Ligações externas[editar | editar código-fonte]