Moção de censura construtiva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde julho de 2017). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.

A denominada moção de censura construtiva (em alemão: konstruktives Misstrauensvotum, “voto de censura construtivo”) é uma variante da clássica moção de censura dos sistemas de governo parlamentares na qual o parlamento só pode retirar a confiança ao primeiro-ministro - forçando portanto a queda do seu governo- se e só se já haja sido previamente eleito um sucessor por uma maioria de votos. Embora o conceito tenha sido originalmente inventado na Alemanha, na atualidade também é usado em Bélgica, Eslovénia, Espanha, Hungria e Israel (embora com algumas alterações específicas neste último país).

Veja-se também[editar | editar código-fonte]

Ligação externa[editar | editar código-fonte]