Modess

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Modess é uma marca de absorvente feminino, da multinacional Johnson & Johnson que o distribuía mundialmente. Foi a primeira linha de absorventes descartáveis a ser produzida no Brasil, figurando como marca desde o início ano de 1930[1].

História e evolução do produto[editar | editar código-fonte]

Primórdios[editar | editar código-fonte]

Antes da invenção do absorvente industrial, eram utilizadas pequenas toalhas de pano denominadas toalhas higiênicas, as quais após o uso eram lavadas e reutilizadas.

A partir dos anos 1930, a publicidade do absorvente Modess foi amplamente divulgada em diversos periódicos com público-alvo feminino, com destaque para a Revista da Semana, Jornal das Moças, O Cruzeiro, Carioca, Vida Doméstica, A Cigarra, Fon-Fon, Revista Tricô e Crochê e Querida.

Na década de 1940, sua divulgação nestas revistas era estimulada pela distribuição de cupons de amostras grátis, acompanhadas do recebimento de um livro intitulado "O que a mulher moderna deve saber"[2].

Neste período, o produto era acondicionado em uma caixa retangular de papel, com destaque para as camadas de algodão que compunham cada item.

Acessórios[editar | editar código-fonte]

Além do formato clássico, o absorvente da marca também possuiu acessórios para garantir a fixação do absorvente. Um desses acessórios lançado na década de 1940 foi apresentado como "Cinto Modess", que consistia de uma estreita faixa rente à cintura com dois elásticos presos com uma presilha, os quais partiam do umbigo e atravessavam a virilha até o cóccix, acoplando o absorvente. Este produto foi remodelado posteriormente e relançado em 1957 como "Cinto em V Modess"[3].

Outro acessório lançado dentro da marca Modess na década de 1960 foi a Calça Higiênica Serena, mais anatônica e considerada como uma alternativa ao desconforto das tiras elásticas dos Cintos Modess[4].

O absorvente Modess não continha abas, tampouco tecnologia adesiva (o que só viria a acontecer em 1974), justificando a criação de acessórios que pudessem fixá-lo de modo a reduzir a possibilidade de vazamentos.

Fim da produção[editar | editar código-fonte]

A marca permaneceu ativa até o ano de 2008, após progressiva retirada do mercado, quando a própria empresa Johnson & Johnson optou por redirecionar suas ações de marketing para outros produtos com tecnologia mais avançada, como o absorvente Sempre Livre.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Passeie-se tranquila.». Revista da Semana. 3 de maio de 1930. Consultado em 23 de julho de 2018 
  2. «A Sra. não vae ao banho de mar assim». Jornal das Moças. 11 de janeiro de 1940. Consultado em 23 de julho de 2018 
  3. Santos, Thiago Mendes Rodrigues (2017). «Identidades sociais em dias de Modess». Revista Mosaico (10): 27-47. Consultado em 23 de julho de 2018 
  4. Santos, T.M.R. (2015). “Aqueles dias” em dias de Modess: o advento da “mulher espontânea” na expansão urbana do Brasil. Brasília: Dissertação de Mestrado, Universidade de Brasília 
Ícone de esboço Este artigo sobre marcas ou produtos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.