Mola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Mola (desambiguação).
Mola
Springs 009.jpg
Tipo
elemento de máquinas
helical object (d)
Características
Forma
Utilização
Usuário(a)s
spring scale (en)
Supporte para pilha (en)
Uso
amortecedor
Mola.

Uma mola (do italiano molla)[1] é um objeto elástico flexível usado para armazenar a energia mecânica. As molas são feitas de arame geralmente, tendo, como matéria-prima mais utilizada, o aço temperado.

Tipos[editar | editar código-fonte]

  • Helicoidal (ou bobina): feita enrolando um fio em torno de um cilindro; e cónica: molas helicoidais e cónicas são tipos de molas de torção, porque o fio próprio é torcido quando a mola é comprimida ou esticada.
    • Molas de helicoidais de torção podem ser classificadas como (Extremidades especiais o  extremidades de gancho curto o  extremidades articuladas o  saliência direita e torção direito). A tolerância em graus de posicionamento para as molas helicoidais se dá pela relação do número de espiras. As molas helicoidais de torção estão referidas a uma tensão de flexão que se induz nas espiras, ao invés de torção.[2]
  • Lâmina: quando montada em feixes, é usada na suspensão traseira de veículos pesados.
  • Espiral: usada nos pulsos de disparo e nos galvanômetros.
  • Torção: mola projetada para ser mais torcida que comprimida ou estendida.
  • Gás: um volume do gás que é comprimido.
  • Faixa de borracha: uma mola de tensão onde a energia é armazenada esticando o material.
  • Belleville: um disco usado geralmente para aplicar a tensão a um parafuso.
  • Pneumática: as primeiras molas pneumáticas foram desenvolvidas pela Firestone na década de 1930. Suspensões a ar com molas Firestone foram apresentadas pela primeira vez em automóveis experimentais em 1935.
Mola utilizada como brinquedo.

Em 1944, para atender a solicitação de desenvolvimento de um novo modelo de ônibus que necessitava de uma suspensão que reduzisse os choques e vibrações transmitidas ao veículo e passageiros, a Firestone desenvolveu molas pneumáticas de duas convoluções que foram incorporadas ao projeto desse ônibus cuja produção iniciou-se em 1953.

Os materiais dos foles e as válvulas niveladoras tiveram um desenvolvimento significativo a partir dos anos 1960. Mais recentemente, os controles eletrônicos também registraram grande aperfeiçoamento.

Atualmente, a suspensão a ar é muito utilizada na montagem de ônibus, para assegurar um rodar mais suave. Pela mesma razão, é empregada também em vagões ferroviários e de metrô, especialmente no transporte urbano.

Bolsões pneumáticos ou foles também são usados em automóveis e utilitários, principalmente como auxiliares das molas de aço do eixo traseiro, para compensar a inclinação do veículo causada pela carga do porta-malas ou pelo reboque.

A preferência por este tipo de suspensão entre os caminhões, reboques e semirreboques também vem aumentando, devido à maior proteção oferecida à carga, ao aumento da vida útil do equipamento e redução dos custos e dos tempos de manutenção. É dada pela fórmula: F=kx.

Teoria[editar | editar código-fonte]

Na física clássica, uma mola pode ser vista como um dispositivo que armazene a energia potencial esticando as ligações entre os átomos de um material elástico.

A lei de Hooke da elasticidade indica que a extensão de uma haste elástica (seu comprimento distendido menos seu comprimento relaxado) é linearmente proporcional à sua tensão e à força usada para esticá-la. Similarmente, a contração (extensão negativa) é proporcional à compressão (tensão negativa).

Esta lei relaciona-se somente quando há deformação (extensão ou contração). Para deformações além do limite elástico, as ligações atômicas começam a ser rompidas, e uma mola pode formar ondas, ou deformar-se permanentemente, ou seja, rompe-se a sua constante elástica K. Muitos materiais não têm nenhum limite elástico claramente definido, e a lei de Hooke não pode ser significativamente aplicada a estes materiais.

A lei de Hooke é realmente uma consequência matemática do fato que a energia potencial da haste está no estado relaxado.

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Mola
Wikcionário
O Wikcionário tem o verbete Mola.

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 149.
  2. BUDYNAS, R. G.; NISBETT, J. K. Elementos de Máquinas de Shigley: Projeto de. Engenharia Mecânica. 10ª ed. São Paulo: AMGH, 2016