Motoboy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a canção do cantor brasileiro Seu Jorge, veja Motoboy (canção). Para o documentário brasileiro, veja Motoboys – Vida Louca.
Motoboys no Centro de Porto Alegre, no Brasil

Motofretista (em razão do serviço de motofrete),[1] motobói,[2][3] motoboy (português brasileiro) ou estafeta (português europeu),[4] é uma profissão de quem utiliza motocicleta (geralmente de baixa cilindrada, de 125 a 250 centímetros cúbicos), para entregar e distribuir diversos tipos de objetos: pizza, fast-food, documentos, pagamentos bancários, entre outros produtos e serviços.

A palavra "motoboy" é formada pela junção das palavras "motocicleta" e "boy" (termo inglês para "garoto").[5]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Trata-se de uma profissão, surgida na década de 1980. Surgiu devido à necessidade de se transportar objetos com rapidez nos grandes centros com agilidade e baixo custo. Eventualmente, exige que o profissional cumpra longas jornadas de trabalho em troca de rendimentos maiores, havendo pressões para.

Problemas sociais[editar | editar código-fonte]

Os motoboys estão sujeitos a um alto índice de acidentes por causa dos problemas elencados anteriormente, além da questão da baixa segurança passiva das motocicletas. Em 2008, uma lei esteve em trâmite na Câmara Municipal de São Paulo, no Brasil, proibindo a circulação de motos entre os carros, nos chamados corredores, o que dividiu as associações de motoboys e motociclistas, já que ambos poderão ser afetados pela nova lei, porém não houve aprovação. Esse tipo de profissional está sujeito a um alto índice de acidentes de trânsito nas vias brasileiras:[6] no ano de 2003, as motocicletas representaram 26% dos veículos envolvidos em acidentes, totalizando 13% das vítimas.

Grande parte dos acidentes são causados por pessoas que utilizam a moto como meio de transporte ( trabalho, escola, diversão) e não são profissionais do ramo.

Em julho de 2009, o Senado Federal do Brasil aprovou um projeto[7] que regulamentou o trabalho do profissional motociclista: o motoboy, o mototaxista e o motovigia:[nota 1] idade mínima de 21 anos, o mínimo de dois anos de habilitação na categoria A e habilitação em curso especializado.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário tem os verbetes motoboy e motobói.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Motoboy

Notas e referências

Notas

  1. Motociclista que faz rondas diurnas ou noturnas em condomínios fechados, bairros residenciais abertos ou regiões comerciais.

Referências

  1. «Denatran regulamenta motofrete e trabalhadores sem certificado podem ser multados em R$ 195». G1 
  2. «Motoboy: como se diz "motoboy" em inglês?». Tecla SAP (em inglês). 16 de setembro de 2013 
  3. «PORTUGUÊS OU INGLÊS: QUEM TEM OS COPIRRAITES? – Português de Brasileiro – R7». noticias.r7.com. Consultado em 14 de julho de 2017. 
  4. Dicionário escolar da língua portuguesa/Academia Brasileira de Letras. 2ª edição. São Paulo. Companhia Editora Nacional. 2008. p. 883.
  5. «Motoboy, uma palavra brasileira». VEJA.com. 10 de maio de 2011 
  6. Motoboy poderá ter habilitação especial Expresso da Notícia, 26/09/2006, acesso em 12 de julho de 2009.
  7. Profissões de mototaxista e motoboy são regulamentadas pelo Congresso O Globo, 10/07/2009, acesso em 12 de julho de 2009.