NAPQI

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estrutura química de NAPQI
Nome IUPAC (sistemática)
N-(4-oxo-1-ciclohexa-2,5-dienilideno)acetamida
Identificadores
CAS 50700-49-7
ATC ?
PubChem 39763
Informação química
Fórmula molecular C8H7NO2 
Massa molar 149,147 g/mol
Farmacocinética
Biodisponibilidade ?
Metabolismo ?
Meia-vida ?
Excreção ?
Considerações terapêuticas
Administração ?
DL50 ?

NAPQI é um acrônimo para o químico N-acetil-p-benzo-quinona imina. É um sub-produto tóxico produzido durante o metabolismo do paracetamol (também chamado de acetominofeno). É normalmente produzido apenas em pequenas quantidades e quase que imediatamente neutralizado pelo fígado. Há ocasiões (tais como nas overdoses) nas quais o NAPQI não é totalmente neutralizado e causa sérios danos ao fígado, resultando na morte ocasionada pela insuficiência hepática fulminante alguns dias após a overdose que pode ser causada pelo excesso do acetaminofeno.

Informação geral[editar | editar código-fonte]

Os nomes 'acetominofeno' e 'paracetamol' são ambos corretos. 'Acetominofeno' é mais empregado nos Estados Unidos da América, enquanto que 'paracetamol' (DCI) é utilizado nos noutros países, mas ambos descrevem o mesmo composto químico. Ele pode também ser abreviado por APAP, especialmente na profissão médica. Há também numeros nomes comerciais associados com a droga, alguns mais comuns como o Tylenol® e o Panadol®. Neste artigo, 'paracetamol' será utilizado para descrever o composto.

O Paracetamol tem sido vendido como um analgésico não-aspirina sem a necessidade de receita médica a partir da a metade da década de 1950. É normalmente indicado para crianças, uma vez que ele não está associado à Síndrome de Reye, como acontece com a aspirina.

Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço relacionado ao Projeto Química. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.