Necrópole Paleocristã de Pécs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wiki letter w.svg
Este artigo não possui uma seção introdutória ou ela está mal formatada.
Se puder, ajude-nos a melhorar este artigo com uma seção introdutória de qualidade e de acordo com o livro de estilo.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação. Isso pode ser feito automaticamente usando a forma {{Má introdução|{{subst:DATA}}}}
Pix.gif Necrópole Paleocristã de Pécs (Sopianae) *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Hungary Pecs 2005 June 085.jpg
Restos de uma capela em Pécs
País  Hungria
Tipo Cultural
Critérios iii, iv
Referência 853rev
Região** Europa e América do Norte
Coordenadas 46° 04′ 27,984″ N, 18° 13′ 40,008″ L
Histórico de inscrição
Inscrição 2000  (24ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

A Necrópole Paleocristã de Pécs (antiga Sopianae) no sul da Panónia, na Hungria é a prova da presença de uma comunidade cristã no Século IV. Os hipogeus, o mausoléu e os restos da capela descobertos e conservador no terreno da necrópole constituem uma herança excepcional da comunidade paleocristã. Trata-se de uma das mais importantes necrópoles fora da Itália. Foi inscrita como Patrimônio Mundial da UNESCO em 2000.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A necrópole tem câmaras de sepultura em dois níveis. Os afrescos de São Pedro e São Paulo são únicos na Europa Central. Encontra-se ali também o afresco paleocristão mais antigo que representa a Virgem Maria. As construções foram utilizadas sem modificações até o final do século XVI, preservando assim a arquitetura do local por 1200 anos.

Referências

  1. «UNESCO». Consultado em 7 de julho de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]