Neiphiu Rio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Neiphiu Rio
17º Ministro-chefe de Nagaland
Período 8 de março de 2019
a atualidade
Governador Padmanabha Acharya
R. N. Ravi
Antecessor T. R. Zeliang
Membro do parlamento, Lok Sabha
Período 26 de maio de 2014
a 28 de fevereiro de 2018
Antecessor C. M. Chang
Sucessor Tokheho Yepthomi
Dados pessoais
Nascimento 11 de novembro de 1950 (69 anos)
Kohima, Assam, Índia (atual Nagaland, Índia)
Nacionalidade indiana
Progenitores Pai: Guolhoulie Rio
Esposa Kaisa Rio
Filhos 6
Partido Partido Progressista Democrático Nacionalista
Profissão Política

Neiphiu Rio (Nagaland, 11 de novembro de 1950) é um político indiano, atual ministro-chefe de Nagaland. Ele também esteve no cargo por três mandatos separados (2003–08, 2008–13 e 2013–14), tornando-o o único ministro-chefe de Nagaland a ter cumprido três mandatos consecutivos. Ele era membro do parlamento de Nagaland em Lok Sabha.

Biografia e educação[editar | editar código-fonte]

Rio é filho de Guolhoulie Rio, e nasceu na aldeia de Tuophema no distrito de Kohima, pertencente à tribo Angami Naga. Ele recebeu seus primeiros estudos nas escolas Kohima e Sainik, em Purulia, Bengala Ocidental. Ele frequentou a faculdade no St. Joseph's College, em Darjeeling, e mais tarde se formou na Kohima Arts College.[1]

Líder estudantil ativo durante seus dias de escola e faculdade, Rio entrou na política desde muito jovem. Ele chefiou muitas organizações de prestígio antes de se tornar o ministro-chefe de Nagaland. Em 1974, Rio serviu como presidente da ala juvenil da Frente Democrática Unida do Distrito de Kohima (UDF). Em 1984, ele foi nomeado presidente do Conselho de Área de Angami do Norte. Ele também foi vice-presidente honorário do ramo de Nagaland da Sociedade da Cruz Vermelha Indiana.[1][2]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Ao ingressar na política, Rio foi eleito pela primeira vez para a Assembleia Legislativa de Nagaland como candidato ao Congresso (I) do distrito eleitoral de Angami-II do Norte durante a 7ª Eleição Geral de 1989. Ele foi nomeado Ministro do Esporte e Educação Escolar e, posteriormente, Ministro do Ensino Superior de Educação Técnica e Arte e Cultura; também atuou como presidente da Nagaland Industrial Development Corporation, da Nagaland Khadi & Village Industries Board e da Development Authority of Nagaland. Rio foi novamente eleito no mesmo círculo eleitoral em 1993 como candidato ao Congresso (I) e nomeado Ministro de Obras e Habitação.[2] Como membro do Congresso Nacional Indiano, Rio foi ministro do Interior de Nagaland como parte do gabinete liderado por S.C. Jamir de 1998 a 2002, quando se demitiu do ministério acusando o ministro-chefe S.C. Jamir de bloquear um acordo negociado da problemática questão de Naga.[3]

Após sua renúncia, Rio se juntou à Frente Popular Naga (NPF), que fez parceria com outros partidos regionalistas Naga e com o ramo estatal do Partido do Povo Indiano (BJP), sob sua liderança, para formar a Aliança Democrática de Nagaland (DAN), uma coalizão que venceu as eleições estaduais de 2003, encerrando o governo de 10 anos do Congresso Nacional Indiano no estado. Posteriormente, Rio assumiu o cargo de ministro-chefe em 6 de março de 2003.[1]

Antes de completar seu primeiro mandato, Rio foi demitido do seu cargo de ministro-chefe quando o Regimento do Presidente foi imposto em Nagaland, em 3 de janeiro de 2008.[4] No entanto, seu partido emergiu como o maior partido nas eleições seguintes e Rio, como líder da DAN, foi convidado pelo governador do estado para formar o governo em 12 de março de 2008. Durante as eleições estaduais de Nagaland em 2013, a NPF ganhou uma maioria esmagadora e Rio foi reeleito como ministro-chefe para um terceiro mandato.[5]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Rio desempenhou um papel fundamental na criação da Music Task Force, a primeira indústria de música no país. Foi agraciado com o prêmio Madre Teresa Millennium, por sua destacada liderança e contribuição para a política em Calcutá no ano de 2007.[6]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Rio é casado com Kaisa Rio, e eles têm cinco filhas e um filho.[7]

Referências

  1. a b c «Biography» (em inglês). Chief Minister - Nagaland. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  2. a b «Nagaland Government State Portal- Neiphiu Rio» (em inglês). Nagaland Gov. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  3. «Nagaland home minister Neiphiu Rio resigns» (em inglês). Times of India. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  4. «Rio hints at going to court». The Hindu (em inglês). 6 de janeiro de 2008. Consultado em 15 de novembro de 2019 .
  5. «Neiphiu Rio, 11 ministers take oath in Nagaland». The Hindu (em inglês). 5 de março de 2013. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  6. «Nagaland: Rio receives Mother Teresa award» (em inglês). One India. 1 de maio de 2007. Consultado em 15 de novembro de 2019 
  7. «All About Neiphiu Rio, Nagaland's Chief Minister For Fourth Term» (em inglês). NDTV. Consultado em 15 de novembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Perfil em Nagaland NIC (em inglês). Consultado em 15 de novembro de 2019.
  • Media relacionados com Neiphiu Rio no Wikimedia Commons