Nem o Pai Morre nem a Gente Almoça

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Nem o Pai Morre nem a Gente Almoça
Informação geral
Formato Série
Duração 30 minutos
País de origem  Portugal
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Paula Pacheco
Elenco Júlio César
Rosa Lobato Faria
Armando Cortez
Manuela Maria
Natalina José
Isabel Gaivão
Exibição
Emissora de televisão original RTP1
Transmissão original 1990
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 13

Nem o Pai Morre nem a Gente Almoça é uma série da autoria de Nicolau Breyner, escrita por Rosa Lobato Faria e com realização de Paula Pacheco. Foi transmitida pela RTP em 1990.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

D. Antão Torrado, um excêntrico milionário no vigor dos seus 103 anos, é alvo das constantes tentativas dos sobrinhos Albano, Adelaide e Carolina para apressar a sua morte, de forma a herdarem a colossal fortuna do ancião. Contudo, todos os estratagemas montados acabam invariavelmente por falhar. Para tal, muito contribui a acção da bisneta de D. Antão, Mafalda, da criada Chica e de Nózinhos, o fiel secretário, apostados em manter o velho vivo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Pequenas Participações[editar | editar código-fonte]

Lista de episódios[editar | editar código-fonte]

Referências