OLX

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
OLX
Razão social OLX, Inc.
Slogan Desapegar é só começar! (Brasil)
Se vale X, OLX! (Portugal, Angola e Moçambique)
Indústria Classificados
Fundação março de 2006
Sede Nova Iorque,  Estados Unidos
Proprietário(s) Naspers
Empregados 1.200
Website oficial olx.com

A OLX é uma empresa que atua em 118 países[1] publicando anúncios classificados na Internet. Fundada em março de 2006 pelos empresários Fabrice Grinda[2] e Alejandro Oxenford[3]. Atualmente, é controlada pelo grupo sul-africano Naspers (50%) e também pelo grupo de mídia norueguês Schibsted (50%).

No Brasil, desde 2010, a OLX se juntou ao seu concorrente Bom Negócio mediante acordo com a Schibsted no início de 2015. O acordo também se estende às operações em Bangladesh, na Tailândia e na Indonésia.[4][5]

Em Portugal, o site da OLX é gerido pela empresa FixeAds[6], igualmente detida pelo grupo Naspers, e que possui outros sites de compra, venda e serviços online como o Standvirtual[7], o Imovirtual[8], o Coisas[9] e Faturavirtual[10] bem como o OLX Moçambique[11] e o OLX Angola[12]

Websites locais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sobre (página), OLX, consultado em 7 de abril de 2015 .
  2. «Blogue Pessoal de Fabrice Grinda». Consultado em 28 de dezembro de 2014 
  3. «Blogue pessoal de Alejandro Oxenford». Consultado em 28 de dezembro de 2014 
  4. G1. «Marca bomnegocio.com deixará de existir após união com OLX». 17 de novembro de 2014. Consultado em 7 de abril de 2015 
  5. BizNews.com. «Naspers, Schibsted bury hatchet in Brazil battle» (em inglês). 14 de novembro de 2014. Consultado em 7 de abril de 2015 
  6. «FixeAds». Consultado em 28 de dezembro de 2014 
  7. «Standevirtual». Consultado em 28 de dezembro de 2014 
  8. «Imovirtual». Consultado em 28 de dezembro de 2014 
  9. «Coisas». Consultado em 28 de dezembro de 2014 
  10. «Faturavirtual». Consultado em 28 de dezembro de 2014 
  11. «OLX Moçambique». Consultado em 28 de dezembro de 2014 
  12. «OLX Angola». Consultado em 28 de dezembro de 2014