O Falecido Matias Pascal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Il fu Mattia Pascal
O falecido Mattia Pascal (PT)
O falecido Mattia Pascal: Seis personagens à procura de um autor (BR)
Autor (es) Luigi Pirandello
Idioma Italiano
País  Itália
Género Romance
Linha temporal finais de 1800 - inícios de 1900.
Lançamento 1904
Edição portuguesa
Tradução Carmen Gonzalez
Editora Ulisseia
Lançamento 1974
Páginas 234
Edição brasileira
Tradução Mario da Silva, Brutus Pedreira e Elvira Riva Malerbi Ricci
Editora Abril Cultural
Lançamento 1981
Páginas 439

O Falecido Matias Pascal (em italiano: Il fu Mattia Pascal) - em algumas traduções é utilizado o nome próprio original do romance italiano "Mattia Pascal"- é um romance de 1904 do escritor e dramaturgo siciliano Luigi Pirandello (1867-1936).

Embora conte uma história trágica, é bem humorado. Conta a história de um filho de família rica da Ligúria que perde tudo e que resolve se aventurar nos cassinos de Monte Carlo. A narrativa é em primeira pessoa, com o personagem principal contando os acontecimentos de forma cronológica.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A narrativa começa com o personagem principal, Matias Pascal, ainda um adolescente experienciando as sensações confusas da juventude; que incluem o interesse amoroso por Sofia, sua amiga, e as responsabilidades que estão vir por ele estar se tornando um homem adulto. Após insucesso inicial com Sofia, Matias se envolve com outra moça, Romilda, a engravida e acaba se vendo obrigado a se casar com ela. Sua sogra, a viúva Pescattore é uma mulher que o atormenta, seu trabalho de bibliotecário não o remunera bem e para completar seu sofrimento, seu filho e sua mãe morrem.

Abalado, ele foge para Monte Carlo, Mônaco, na primeira oportunidade e aposta todo seu dinheiro em cassinos, inacreditavelmente vencendo todas as apostas e reunindo, assim, uma pequena fortuna. No caminho para retornar a seu odiado cotidiano, descobre que os jornais de sua região o estão declarando morto, que se suicidou numa propriedade de sua família e até mesmo que a própria esposa e sogra reconheceram o morto como sendo Matias.

Apesar de abismado pela situação, vê nela a oportunidade de se afastar da vida que antes levava. Mas para isso precisa se separar completamente do, "agora morto", Matias Pascal. Assume então uma nova identidade, denominando-se Adriano Meis, mudando seu visual como um todo: roupas, óculos e, até mesmo, eventualmente fazendo uma cirurgia para consertar o olho estrábico que possuía. Nesse meio-tempo, começa a se hospedar em Roma no quarto da casa de uma família, onde se apaixona pela filha do dono, Adriana.

O cunhado de Adriana, no entanto, tem interesse financeiro em se casar com ela e, percebendo a ameaça representada por Adriano/Matias, rouba seu dinheiro guardado em seu cofre e lhe apresenta uma senhorita, Pepita, filha do barão, tudo no intuito de afastar Matias e Adriana. Apesar de não gostar tanto de Pepita, começa uma corte à moça, o que desperta os ciúmes de seu amante, que desafia Adriano para um duelo.

Adriano aceita, porém não consegue um padrinho e, se sentindo desgraçado, resolve "matar" Adriano Meis e "ressuscitar" Matias Pascal, forja um suicídio e retorna a Miragno, sua cidade natal. Lá, em visita a seu primo, descobre que sua esposa casou-se com seu amigo Pomino e que eles já tem um filho. Matias então vai à casa onde moram o casal e a viúva Pescattore e os confronta, decidindo, por fim, deixá-los em paz e recomeçando sua vida como Matias.[1]

Referências

  1. Pirandello, Luigi. O Falecido Mattia Pascal Abril [S.l.] 
Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.