Luigi Pirandello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Pirandello redireciona para este artigo. Para outros significados, veja Pirandello (desambiguação).
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Luigi Pirandello Medalha Nobel
Nascimento 28 de junho de 1867
Agrigento
Morte 10 de dezembro de 1936 (69 anos)
Roma
Nacionalidade Itália Italiano
Magnum opus Esta noite improvisa-se

Luigi Pirandello (Agrigento, 28 de junho 1867Roma, 10 de dezembro 1936) foi um dramaturgo, poeta e romancista siciliano.

Foi um grande renovador do teatro, com profundo sentido de humor e grande originalidade. Suas obras mais famosas são:[1] Seis personagens à procura de um autor, Assim é, se lhe parece, Cada um a seu modo e os romances O falecido Matias Pascal, "Um, Nenhum e Cem Mil", "Esta Noite Improvisa-se", etc.

Sua primeira peça de teatro foi O Torniquete escrita entre 1899 e 1900 e encenada pela primeira vez em 1910[2].

Recebeu o Nobel de Literatura de 1934.

Coloca-se que o cômico nasce de uma percepção do contrário (no livro Do teatro ao teatro, e tem um capítulo que se chama "O Humorismo"). Mas essa percepção pode se transformar- num sentimento do contrário: é quando aquele que ri procura entender as razões da piada. Portanto não existe mais o distanciamento.[1] Pirandello separa o cômico do humorístico, para passar da atitude cômica para a atitude humorística, é preciso renunciar ao distanciamento e à superioridade.

Luigi Pirandello participou da campanha "coleta do ouro", organizada pelo ditador italiano Benito Mussolini, que visava levantar fundos para o país. A campanha era uma resposta à Liga Nações que impôs sanções econômicas à Itália após esta ter invadido e declarado guerra a Etiópia (1935-36),[1] Pirandello doou sua medalha do Prêmio Nobel.

Livros publicados em português[editar | editar código-fonte]

Lista parcial
  • A armadilha: contos. Porto: Portugalia, 1946.
  • A excluída. São Paulo: Germinal. ISBN 85-86439-38-X
  • A luz da outra casa: novellas escolhidas. São Paulo: Piratininga. 1932.
  • A morta e a viva (e outras novelas). São Paulo: Martins. 1960.
  • Cadernos de Serafino Gubbio Operador. Petrópolis: Vozes. 1990.
  • Dona Mimma (Novelas para um ano). São Paulo: Berlendis & Vertecchia. 2002. ISBN 85-86387-49-5
  • Entre duas sombras (e outras novelas). São Paulo: Martins. 1962.
  • Esta noite improvisa-se. Lisboa: Estampa / Seara Nova. 1974.
  • Kaos e outros contos sicilianos. São Paulo: Nova Alexandria. 2001. ISBN 85-7492-007-X
  • O enxerto, o homem, a besta e a virtude. São Paulo: Edusp. 2003. ISBN 85-314-0670-6
  • O falecido Mattia Pascal in O falecido Mattia Pascal / Seis personagens à procura de um autor. São Paulo: Nova Cultural. 2003.
  • O humorismo. São Paulo: Experimento. 1996.
  • O marido de minha mulher (e outras novelas). São Paulo: Martins. 1963.
  • O velho Deus (Novelas para um ano). São Paulo: Berlendis & Vertecchia. 2002. ISBN 85-86387-28-2
  • O velório (e outras novelas). São Paulo: Martins. 1963.
  • Os gigantes da montanha. Rio de Janeiro: 7 Letras. 2005. ISBN 85-7577-207-4
  • Os velhos e os moços. São Paulo: Instituto Progresso Editorial. 1947.
  • Seis personagens à procura de autor, São Paulo: Peixoto Neto. 2004. ISBN 85-88069-06-7
  • Sol e sombra (e outras novelas). São Paulo: Martins. 1963.
  • Henrique IV e Pirandello: roteiro para uma leitura. Aurora Fornoni Bernardini. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1990. ISBN 85-314-0012-0
  • Um, nenhum e cem mil. São Paulo: Cosac & Naify. ISBN 85-7503-048-5
  • Uma jornada (Novelas para um ano). São Paulo: Berlendis & Vertecchia. 2006. ISBN 85-86387-97-5
  • Vestir os nus. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. ISBN 9788520005
  • O Turno.
  • O falecido Matias Pascal

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Luigi Pirandello». UOL - Educação. Consultado em 11 de dezembro de 2012. 
  2. Biografia Luigi Pirandello Site Recanto das Letras

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Sarah Zappulla Muscarà, Enzo Zappulla, Pirandello e il teatro siciliano, Giuseppe Maimone Editore, Catania 1986.
  • Mirella Maugeri Salerno, Pirandello e dintorni, Giuseppe Maimone Editore, Catania, 1987
  • Sarah Zappulla Muscarà (a cura di), Narratori siciliani del secondo dopoguerra, Giuseppe Maimone Editore, Catania 1990
  • Elio Providenti (a cura di), Archeologie pirandelliane, Giuseppe Maimone Editore, Catania, 1990

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons


Precedido por
Ivan Bunin
Nobel de Literatura
1934
Sucedido por
Eugene O'Neill