Odette Hallowes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Odette Hallowes
Odette Sansom em 1946
Nome completo Odette Marie Céline Brailly
Nascimento 28 de abril de 1912
Amiens, França
Morte 13 de março de 1995 (82 anos)
Walton-on-Thames, Surrey, Inglaterra
Nacionalidade francesa
Cônjuge Roy Sansom (1931–46)
Peter Churchill (1947–56)
Geoffrey Hallowes (1956–95)
Período de atividade 1942–1945

Odette Sansom Hallowes GC, MBE (28 de abril de 1912 – 13 de março de 1995[1]), também conhecida como Odette Sansom e como Odette Churchill, foi uma oficial de inteligência dos Aliados durante a Segunda Guerra Mundial. Suas façanhas bélicas e a resistência de um interrogatório brutal, que foram narrados nos livros e num filme, fez dela uma das mais célebres membros da Executiva de Operações Especiais (SOE), organização britânica de espionagem e de sabotagem, e uma das poucas sobreviventes da prisão nazista. Foi a primeira mulher a receber a Cruz de Jorge e a ser indicada como Chevalier da Ordem Nacional da Legião de Honra.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Nasceu Odette Marie Céline Brailly, em Amiens, na França, filha do gerente bancário, Gaston Brailly, que foi morto em Verdun pouco antes do Armistício de 1918, e recebeu postumamente a Cruz de Guerra e a Medalha Militar pelo heroísmo.[2] Odette tinha um irmão. Quando criança, ela contraiu doenças graves, uma das quais a cegou por três anos e meio, do mesmo modo que a poliomielite a deixou acamada durante meses. Conheceu o inglês Roy Sansom em Bolonha, com quem se casou em 1931, e, juntos, passaram a morar na Inglaterra. O casal teve três filhos: Françoise, Lily e Marianne. Roy Sansom entrou para o exército no começo da Segunda Guerra Mundial, e Odette Samson e os filhos se mudaram para Somerset, com propósito de se manterem seguros.[3][4]

À serviço durante a Segunda Guerra Mundial[editar | editar código-fonte]

Escolhida pela SOE[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. M.R.D. Foot (17 de março de 1995). «OBITUÁRIO: Odette Hallowes» (em inglês). The Independent. Consultado em 13 de maio de 2017 
  2. Starns, p. 14
  3. «Odette Sansom – Special Operations Executive (SOE) Agents in France». nigelperrin.com. Consultado em 30 de maio de 2016 
  4. Escott, Beryl E. (2012). The heroines of SOE : F section : Britain's secret women in France. Stroud: History. pp. 64–69. ISBN 978-0752487298. Consultado em 30 de maio de 2016 
  5. Retter, Emily (7 de março de 2015). «Woman spy's lost story of how she watched people shot at her feet in Nazi camp». Mirror Online. Consultado em 13 de maio de 2017