Onat Kutlar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Onat Kutlar
Nome completo Mehmet Arif Onat Kutlar
Conhecido(a) por obra literária, fundador da Türk Sinematek Derneği (cinemateca turca) e co-fundador do Festival Internacional de Cinema de Istambul.
Nascimento 25 de janeiro de 1936
 Turquia, Alanya
Morte 11 de janeiro de 1995 (58 anos)
 Turquia, Istambul
Progenitores Mãe: Meliha Hanim
Pai: Ali Riza Bey
Ocupação escritor, poeta
Gênero literário surrealismo, realismo mágico
Principais interesses literatura, poesia, cinema, filosofia
Causa da morte ataque bombista

Mehmet Arif Onat Kutlar (Alanya, 25 de janeiro de 1936Istambul, 11 de janeiro de 1995) foi um proeminente escritor e poeta turco, fundador da Türk Sinematek Derneği (cinemateca turca) e co-fundador do Festival Internacional de Cinema de Istambul.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Onat Kutlar nasceu em Alanya, na costa mediterrânica da Anatólia. Era neto de Arif Paşa, um governador otomano e filho de Meliha Hanim e de Ali Riza Bey, um juiz penal no início da República Turca e posteriormente agricultor.

Cresceu na cidade de Gaziantep, estudou Direito na Universidade de Istambul e Filosofia em Paris.[2] O seu livro Ishak, de 1959, composto de nove contos, a maior parte deles escritos do ponto de vista de uma criança são frequentemente surrealistas e místicos, foi galardoado com o prémio da "Associação do Conto em Língua Turca".[1] Para o crítico literário Fethi Naci, esses contos representam um dos primeiros exemplos do realismo mágico.[carece de fontes?]

Em 1965 fundou a cinemateca turca (''Türk Sinematek Derneği), instituição de que foi diretor até 1976. A sua atividade na cinemateca valeu-lhe a atribuição da Medalha de Mérito da Polónia. Em 1982 foi um dos co-fundadores do Festival Internacional de Cinema de Istambul. Em 1994 foi agraciado com o grau de cavaleiro da Ordem das Artes e Letras do Ministério da Cultura de França.[1]

Fundou, foi diretor e colaborador de várias revistas, principalmente ligadas ao cinema, a primeira delas fundada em 1956.[1]

Morreu em 11 de janeiro de 1995 em consequência dos ferimentos sofridos durante os ataques bombistas ocorridos em 30 de dezembro de 1994 no café do Hotel Marmara, em Taksim, Istambul. Está sepultado no Cemitério Aşiyan Asri, onde se encontram sepultados muitos outros intelectuais turcos.

Obra[editar | editar código-fonte]

[carece de fontes?]

Poesia[editar | editar código-fonte]

  • Peralı Bir Aşk Için Divan (Divã para uma amor em Pera), 1981
  • Unutulmuş Kent (Cidade esquecida), 1986, traduzido para francês como La Ville Oubliée, publicado pela editora Royaumont

Ensaio e contos[editar | editar código-fonte]

  • Ishak, 1959; coleção de contos
  • Yeter ki Kararmasin (Apenas não deixes escurecer), 1984
  • Sinema Bir Senliktir (O Cinema é uma festa), 1985
  • Bahar Isyancidir ("A primavera é rebelde" ou "Rebeldes da primavera"), 1986
  • Gundemdeki Sanatci, 1995
  • Gundemdeki Konu, 1995

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Guiõess[editar | editar código-fonte]

  • Yer Çekimli Aşklar, 1995
  • Hakkari'de Bir Mevsim (Uma estação em Hakkari), 1983; baseado no romance 'O', de Ferit Edgu, cujo título em inglês é A Season in Hakkari e em alemão Eine Saison in Hakkari; o filme foi realizado por Erden Kiral
  • Hazal (lit.: Perigo), 1979; realizado por Ali Özgentürk
  • Yusuf ile Kenan, 1979; realizado por Ömer Kavur

Produtor[editar | editar código-fonte]

  • Robert's Movie, 1992
  • Kuyucakli Yusuf
  • Menekse Koyu (lit: Violeta escura), 1991
  • Turkuaz (lit: Turquesa); documentário
  • Simurg; documentário

Ator[editar | editar código-fonte]

  • Yilmaz Güney: Adana-Paris, 1995

Prémios[editar | editar código-fonte]

[carece de fontes?]
Ishak, 1959

  • Associação do Conto em Língua Turca

Hakkari'de Bir Mevsim (Uma estação em Hakkari), 1983

  • Menção honrosa C.I.C.A.E.
  • Prémio FIPRESCI (Fédération Internationale de la Presse Cinématographique)
  • Prémio Interfilm — concurso cinematográfico Otto Dibelius
  • Urso de Prata, prémio especial do júri do Festival de Berlim
  • Nomeação para um Urso de Ouro no Festival de Berlim

Hazal, 1990

Yusuf ile Kenan, 1979

Notas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Onat Kutlar». www.ykykultur.com.tr (em turco). Yapı Kredi Kültür Sanat Yayıncılık A.Ş. Consultado em 11 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 11 de outubro de 2010 
  2. «Onat Kutlar». www.bilgicenneti.com (em turco). Consultado em 11 de outubro de 2010. Arquivado do original em 11 de outubro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.